Principal / Uncategorized / O mundo não vai acabar

O mundo não vai acabar

O mundo não vai acabar
O mundo não vai acabar amanhã, 21 de dezembro de 2012. Ponto. Final
ou de exclamação. Não tenho o menor receio de queimar a língua – ou os
dedos nesse teclado – com relação a esse assunto.
 Tem
alguns vídeos no YouTube, com menos de 5 minutos de duração, proclamando
o dia do juízo final sem nenhum embasamento
bíblico.
Sobre o fim do mundo, é lamentável que um tema sério e de altíssima consistência bíblica seja
explorado de forma tão vergonhosa quanto equivocada. Na verdade, há um
fascínio quase incontrolável do ser humano pela hora, dia, mês e ano da
volta do Senhor. Já vi os mais mirabolantes cálculos apontando o
“apocalipse”.
Movimentos como esse surgem e desaparecem como a névoa da manhã.
Envolvem incautos e “analfabetos bíblicos funcionais” que povoam todas
as denominações cristãs. No final, infelizmente, deixam o rastro do
descrédito, deboche e o nivelamento imerecido entre o estudo
escatológico sério e o sensacionalista.
Não custa lembrar: o dia e a hora (inclusive mês e ano!), ninguém
sabe. Essa é uma prerrogativa divina (Mateus 24:36)
. Ele, porém, deixou
bem claro os sinais indicativos. E todos tem se cumprido religiosamente
ao longo da história. Não há como negar. O dia se aproxima! “Portanto,
vigiai [ficai atentos!], porque não sabeis em que dia vem o vosso
Senhor” (Mateus 24:42). E não vai ser em 21 de dezembro de 2012. Podes crer!
Ele vem. Ele voltará. Ele nunca deixou de cumprir o que prometeu.
Mais de duas mil vezes o assunto é abordado com seriedade na Bíblia. Por
isso, uma boa lida nos capítulos 24 e 25 de Mateus já será suficiente
para ninguém ser levado por qualquer “vento de doutrina” (Efésios 4:14).
Este velho mundo não vai acabar nessa sesta. Uma pena! Quando isso
acontecer será o começo de um novo tempo. Um novo céu e uma terra. E
essa é a melhor e principal notícia do tempo do fim. Volte logo, Senhor!
Maranata!

Comente com seu facebook

Comentário

Veja também

Macron avisa que anunciará seu próprio plano de paz se Trump demorar

Emmanuel Macron e Donald Trump. (Foto: Getty Images) Se o presidente dos EUA, Donald Trump, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.