Principal / Uncategorized / Respostas a Edir Macedo

Respostas a Edir Macedo

Cansado de ser atacado de todos os lados, principalmente na blogosfera cristã nos últimos tempos, o bispo (sic) Edir Macedo, da Igreja (sic) Universal do Reino de Deus escreveu um texto contra-atacando seus “adversários”. Reproduzo abaixo o texto:

A título de argumento aos amigos e, especialmente, ao povo da Iurd gostaria de fazer algumas colocações interessantes. Será que os que me acusam de aproveitador, vigarista e ladrão não gostariam de estar em meu lugar???… Será que eles me acusam porque são honestos, íntegros, verdadeiros e santos? E se a santidade deles é tão acentuada assim, por que não são tão abençoados por Deus como gostariam? Seria Deus injusto para com eles? Que Deus é Esse que abençoa um “bandido” e amaldiçoa os certinhos? Ou será que mesmo na integridade eles não conseguem sucesso porque são incompetentes? E não seria tamanha incompetência a verdadeira razão da inveja? Vale o pensamento de Theodore Roosevelt: Não é o crítico que conta: o crédito pertence ao homem que está realmente na arena, cujo rosto está sujo de poeira, suor e sangue; que se esforça corajosamente; que fracassa repetidas vezes, porque não há esforço sem obstáculos, mas que realmente se empenha para realizar as tarefas; que sabe o que é ter grande entusiasmo e grande devoção e que exaure suas forças numa causa digna; que no final descobre o triunfo das grandes realizações e, caso venha a fracassar, ao menos fracassa ousando muito, de forma que seu lugar nunca será junto às almas frias e tímidas que não conhecem nem a vitória nem a derrota.”

Texto extraído do blog do próprio Edir Macedo: http://blog.bispomacedo.com.br/?p=1528

Como não poderia deixar de ser, uma vez que me enquadro no meio daqueles que denunciam suas práticas nada cristãs e sabendo que se tentasse comentar algo em seu blog não seria publicado, vou deixar minhas impressões quanto ao seu texto. Vamos lá…

A título de argumento aos amigos e, especialmente, ao povo da Iurd gostaria de fazer algumas colocações interessantes.

Eu não sei em qual destas classificações uma vez que não sou seu amigo muito menos faço parte do povo da IURD. Será que ele tentou me encaixar no meio dos amigos?

Será que os que me acusam de aproveitador, vigarista e ladrão não gostariam de estar em meu lugar???…

Não, bispo. Jamais gostaria de estar em seu lugar. Nunca o desejei e nunca o desejarei… Prefiro continuar na minha humildade, sem carro importado, sem mansões, sem templos luxuosos, sem jatinhos particulares, sem milhares de homens e mulheres me bajulando e puxando o saco querendo ter algum destaque ao meu lado, sem bispo carregando dinheiro ilegal na cueca. Nada! Não preciso disso. Somente o Evangelho de Jesus Cristo, que diz que devemos amar a Deus sobre todas as coisas, que não devemos tomar a forma deste mundo, que diz que se quisermos ser amigos de Deus temos que ser inimigos do mundo, somente este me basta.

Prefiro morrer pobre, andando de bicicreta e ter a certeza da salvação em Cristo, do que ter todos os bens que este mundo pode proporcionar e ir queimar no inferno. Ah!, a propósito: o senhor acredita no inferno ou será que só pelo fato de acreditar e pregar inúmeros rebatismos, acha que é suficiente para livrar o homem da ira de Deus? Purgatório, talvez, seria isso que o senhor acredita?

Definitivamente: não quero estar em seu lugar de aproveitador, vigarista e ladrão.

Será que eles me acusam porque são honestos, íntegros, verdadeiros e santos?

Não! Não sou honesto, nem íntegro muito menos verdadeiro e santo. Enquanto estiver nesta terra não serei. Pelo menos agora estou sendo honesto e verdadeiro. O Senhor é quem me justifica. Eu sou homem como todos o são, como o senhor o é, cheio de falhas e erros. Mas acredito que o que me diferencia do senhor é o arrependimento. Errei e erro, mas sempre buscando a perfeição em Cristo. E quando erro, procuro logo me corrigir diante de Deus, me aproximando d’Ele com humildade, reconhecendo minha falha, clamando pelo Seu perdão e Sua misericórdia. Eu não vivo no pecado, na mentira, no engano. (I João 2:1)

E se a santidade deles é tão acentuada assim, por que não são tão abençoados por Deus como gostariam? Seria Deus injusto para com eles?

Qual a sua definição para benção? Ou, só pelo fato de eu ser abençoado eu estou sendo aprovado por Deus? Primeiramente seria interessante saber a opinião do bispo (sic) quanto ao que é ser abençoado, para depois prosseguir. Mas como podemos antever uma possível resposta (ser abençoado é ter carros, casas, dinheiro, empresas, etc… Pelo menos é o que se vê pela televisão) posso adiantar que, ter uma vida próspera não é sinal de benção de Deus. Ter uma vida planejada, saber levar as contas em dia, ter visão estratégica e empreendedora, ser dinâmico e eficaz não precisa, necessariamente, contar com a benção de Deus para ter certa prosperidade. Vide a vida de tantos e tantos homens de negócios que não tem o menor vínculo com Deus (alguns até debocham d’Ele) e são milionários, bilionários… Deus tem algum compromisso com estes?

Qual sua definição para santidade? E qual a relação santidade/benção? O fato de eu me esforçar para levar uma vida santificada so Senhor me dá direitos de decretar minha benção? Ou faz de Deus meu servo? Não, bispo (sic), não é essa a teologia que eu (e a grande maioria dos cristãos) aceitamos. Deus é Senhor, não servo.

Que Deus é Esse que abençoa um “bandido” e amaldiçoa os certinhos?

Eu senti um tom de deboche e sarcasmo ou foi impressão minha? Está tentando se justificar pelas “bençãos” que tem recebido, dizendo com isso que é mais santo que os demais? Ora, nobre bispo (sic), vamos para a Palavra – a de Deus, não a sua – e justifique-se por ela.

Ou será que mesmo na integridade eles não conseguem sucesso porque são incompetentes?

Para tudo! Para tudo! Estamos falando de benção divina ou de competência humana? Não disse, lá no início que a pessoa não precisa ser, necessariamente, abençoada por Deus para ser próspera? Pois bem, o senhor está aqui apenas concordando comigo. É necessário competência, quando não se conta com a benção de Deus. Agora, sinceramente, eu prefiro ficar com a segunda. Não que não seja competente o suficiente para galgar meus desejos e planos, mas é que como cristão, principalmente no que concerne à ministério e à Obra de Deus, prefiro contar única e exclusivamente com a provisão divina pois minha competência falha e é insuficiente, mas o poder de Deus e sua misericórdia são inerrantes e duram para sempre. Equívoco de sua parte, nobre bispo (sic).

Para terminar o senhor tem a capacidade de citar o pensamento de um homem qualquer (tudo bem, foi presidente dos EUA, mas e daí?) para atacar seus “atacantes”. Onde fica a Palavra de Deus? Por que não usou dela para se justificar? Sua teologia é pautada pelo que Deus disse ou pelo que os homens falam? A situação é mais crítica do que eu pensada e simplesmente corrobora a minha tese de que suas crenças estão baseadas em preceitos humanos, não em Deus.

Misericórdia do Senhor para com sua vida e, principalmente, para com a vida dos que o seguem para que enxerguem a Verdade antes que seja tarde demais. Quanto a mim, continuarei com meu trabalho de desmascarar as mentiras e abusos no meio cristão, mesmo com todas as minhas péssimas qualidades, mesmo sem ter carros, fama ou riquezas deste mundo, mas sempre pautado na Palavra de Deus.

Ah!, só para garantir que ficou bem claro, senhor Edir Macedo: não! Eu não quero estar em seu lugar!

Comente com seu facebook

Comentário

Veja também

Sinais do fim: Rússia exibe ao mundo o Satan 2, seu novo míssil termonuclear

No meio de toda a recente tensão entre Estados Unidos e Rússia – com o …

4 Comentários

  1. Tem mais! a imposição psicológica de ofertas na IURD, principalmente de dízimos; algo que Jesus, e os apóstolos nunca deram e nunca ordenaram tal prática à Igreja Primitiva e nem vemos cristãos daquela época praticarem o dízimo.

    O sr. (P)edir macedo, também é a favor do aborto e homossexualismo!! aqui:
    http://juliosevero.blogspot.com.br/2015/08/bispo-macedo-e-homossexualismo.html

  2. "Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências" – 2 Timóteo 4:3

    … "amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências"
    Muito provavelmente que a maioria das pessoas que frequentam a seita GOSTARIAM SIM de estar no lugar do patife RS.

  3. kkkkkkk Eu também não quero estar em seu lugar "bispo"

  4. já repararam que o bispo nunca usa a biblia ´para embasar seus comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *