Principal / Uncategorized / DA REUTERS: Fotografias de três homens mortos no complexo de bin Laden (Atenção: imagens chocantes)

DA REUTERS: Fotografias de três homens mortos no complexo de bin Laden (Atenção: imagens chocantes)

Ontem pusemos no ar, pelo espaço de poucos minutos, uma foto do que seria bin Laden morto, pouco depois de ela ter sido, por sua vez, posta no ar há poucos minutos pelo News Real Blog.
O News Real Blog é, no fim das contas, de responsabilidade do David Horowitz, responsável pela Front Page Mag, porra.

Vimos, colamos no nosso jurando: Gol!

Que fooora!
Como a notícia da divulgação de uma tal foto não aparecia em outros meios e a Casa Branca não tinha liberado oficialmente nenhuma imagem, tiramos a foto do ar em uma questão de minutos.
O News Real Blog já tirou a página de seu espaço, tb, mas deixaram até por muito tempo, horas (a imagem é esta.).
Vexame. Sobretudo pra eles, que são o News Real Blog e circularam a imagem.
Mas a REUTERS acaba de por esta matéria em sua página.

ATUALIZAÇÃO: A notícia das fotos explodiu, claro, no noticiário internacional desde que foi publicada pela Reuters. Foi pro topo do Drudge Report via Yahoo News e a Fox pôs um slideshow de imagens com elas em seu site.

NOVA ATUALIZAÇÃO (23:09) : Photos Reportedly Show Stealth Helicopter Design, Unidentified Men Dead at Bin Laden’s Hideout

Reuters via Uncoverage, 3 de maio de 2011
Tradução: DEXTRA
Fotos do complexo de bin Laden
AVISO: IMAGENS CHOCANTES DE MORTOS E FERIMENTOS ABAIXO

Fotografias adquiridas pela Reuteurs e tiradas poucas horas após o ataque ao complexo de Osama bin Laden em Abbottabad, no Paquistão, mostram três homens mortos jazendo em poças de sangue, mas sem armas.
As fotos, tiradas por agentes de segurança que entraram no complexo após a incursão do início da manhã de domingo, mostram dois homens vestidos em trajes paquistaneses tradicionais e um de camistea, com sangue jorrando dos ouvidos, narizes e bocas.
O agente, que preferiu permanecer anônimo, vendeu as fotos à Reuters.
Nenhum dos homens se parecia com bin Laden. O presidente Obama preferiu não liberar as fotos de seu corpo porque isto poderia incitar à violência e [ser] usado como uma arma de propaganda pela al Qaida, disse a Casa Branca na quarta-feira.
Com base na imagem do horário nas fotografias, a primeira é datada de 2 de maio, 2:30 da manhã, aproximadamente uma hora antes da conclusão da invasão na qual bin Laden foi morto.
Outras fotos, tiradas horas mais tarde, entre 5:21 e 6:43 da manhã, mostram o complexo com lixo espalhado e os destroços do helicóptero que os Estados Unidos abandonaram. A estrutura da cauda é incomum e poderia indicar alguma algum tipo de capacidade de invisibilidade à detecção anteriormente desconhecida.
A Reuters tem confiança na autenticidade das imagens compradas porque os detalhes nas fotos parecem mostrar um helicóptero do ataque, batendo com os detalhes de fotos feitas independentemente na segunda-feira.
As forças americanas perderam um helicóptero na invasão, devido a um problema mecânico, e posteriormente o destruíram.
As fotografias também foram tiradas em sequência e são todas do mesmo tamanho em pixels, indicando que não foram mechidas. O horário e a data das fotos como estão gravadas no arquivo de metadados bate com as condições de iluminação da área bem com o horário e a data impressos nas próprias imagens.
As fotografias, muito cortadas, não mostram armas nos mortos, mas as fotos foram tiradas em um close médio e frequentemente cortam fora as mãos e braços.
Uma foto mostra um cabo de computador e o que parece ser uma pistola d’água plastica de brinquedo, verde e laranja, no chão, sob o ombro direito de um dos mortos. Uma grande poça de sangue se formou sob sua cabeça.
Uma segunda mostra um outro homem com uma listra de sangue saindo do nariz e descendo por sua face direita e uma  grande faixa de sangue através de seu peito.
Um terceiro homem, de camiseta, está de costas em uma grande poça de sangue que parece vir de um ferimento na cabeça.
O reconhecimenoto por parte dos Estados Unidos, na terça-feira, de que bin Laden estava desarmado ao ser baleado suscitou acusações de que Washington havia violado a lei internacional. As circunstâncias exatas de sua morte permaneceram confusas e ainda podem alimentar controvérsias, especialmente no mundo muçulmano.
O Paquistão enfrentava um constrangimento nacional, disse um importante jornal de Islamabad, em ter de explicar como o homem mais procurado do mundo pôde viver por anos na cidade-guarnição militar de Abbottabad, logo ao norte da capital.
O Paquistão culpou lapsos de inteligência do mundo todo pela falha em detectar bin Laden, enquanto Washington trabalhava para esclarecer se seu aliado havia protegido o líder da al Qaida, o que Islamabad nega veementemente.
(Texto de Chris Allbritton; Etição de Jon Boyle)
Corpo não identificado de um homem é visto após uma invasão de comandos SEAL da Marinha dos Estados Unidos ao complexo onde o líder da al Qaida, Osama bin Laden, foi morto, em Abbottabad, 2 de maio de 2011. Bin Laden foi morto no ataque das forças especiais americanas ao complexo paquistanês e então rapidamente sepultado no mar, em um fim dramático à longa caçada humana ao líder da al Qaida, que havia sido a estrela guia do terrorismo global. Fotografia feita em 2 de maio de 2011. REUTERS
 
Corpo não identificado de um homem é visto após uma invasão de comandos SEAL da Marinha dos Estados Unidos ao complexo onde o líder da al Qaida, Osama bin Laden, foi morto, em Abbottabad, 2 de maio de 2011. Bin Laden foi morto no ataque das forças especiais americanas ao complexo paquistanês e então rapidamente sepultado no mar, em um fim dramático à longa caçada humana ao líder da al Qaida, que havia sido a estrela guia do terrorismo global. Fotografia feita em 2 de maio de 2011. REUTERS

Corpo não identificado de um homem é visto após uma invasão de comandos SEAL da Marinha dos Estados Unidos ao complexo onde o líder da al Qaida, Osama bin Laden, foi morto, em Abbottabad, 2 de maio de 2011. Bin Laden foi morto no ataque das forças especiais americanas ao complexo paquistanês e então rapidamente sepultado no mar, em um fim dramático à longa caçada humana ao líder da al Qaida, que havia sido a estrela guia do terrorismo global. Fotografia feita em 2 de maio de 2011. REUTERS

 
Corpo não identificado de um homem é visto após uma invasão de comandos SEAL da Marinha dos Estados Unidos ao complexo onde o líder da al Qaida, Osama bin Laden, foi morto, em Abbottabad, 2 de maio de 2011. Bin Laden foi morto no ataque das forças especiais americanas ao complexo paquistanês e então rapidamente sepultado no mar, em um fim dramático à longa caçada humana ao líder da al Qaida, que havia sido a estrela guia do terrorismo global. Fotografia feita em 2 de maio de 2011. REUTERS

[Fim da postagem original]

Do blogue Uncoverage:

Destroços do helicóptero americano. Abaixo, outra vista da área da propriedade. Fonte (por meio de onde chegamos às imagens da Reuters) segundo o blogue: Reuters

e estas vi no orkut, fake?

Comente com seu facebook

Comentário

Veja também

Significado Oculto e Esotérico no Vídeo Viral ‘I, Pet Goat II’

“I, Pet Goat II (Eu, bode de estimação II)” é um vídeo de animação computadorizado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.