Principal / Uncategorized / Cão com dentes de titânio e helicóptero linvisível usados na caça à Bin Laden

Cão com dentes de titânio e helicóptero linvisível usados na caça à Bin Laden

 
Um dos cães militares em treinamento. (Fonte da imagem: TSgt. Manuel J. Martinez)
Não foram apenas os soldados da equipe militar norte-americana os responsáveis pelo sucesso da missão de achar e matar o terrorista Osama Bin Laden no dia 1° de maio. O cão que auxiliou o grupo de 75 militares no Paquistão possui treinamento especial, modificações no corpo e até equipamento próprio para participar dessas operações.
O jornal The Daily realizou uma reportagem que expôs o treinamento e as funções da unidade canina do exército norte-americano, que pode ser tão perigosa quanto os fuzileiros. Entre os acessórios equipados no cão, destacam-se máscaras de oxigênio para saltos aéreos, uma microcâmera para transmitir imagens ao comandante e outros soldados, uma escuta para receber ordens diretas do treinador e uma vestimenta bem ventilada que aguenta até pequenos fragmentos de artilharia.
Os 2,7 mil animais em atividade no país são treinados para suportar condições de guerra, como temperaturas altas ou saltos de veículos em movimento. Além disso, o exército frequentemente substitui a dentição dos cachorros, implantando próteses de titânio que são comparados a pequenas lâminas – sob o custo de U$S 2 mil por dente. Desse modo, além de escolta e reconhecimento de locais, os animais também servem como unidade de ataque.
O farejador de bombas que acompanhou a caça a Bin Laden deve agora ser colocado para adoção, caso não participe de nenhuma outra atividade militar.

Estados Unidos usaram helicóptero invisível em captura de Bin Laden

 
Estados Unidos podem ter utilizado veículo similar ao do conceito acima. (Fonte da imagem: Aviation Week)
A captura e morte de Osama Bin Laden no último domingo, após dez anos de buscas, pode não ter sido o único fato relevante da operação realizada pelos Estados Unidos no Paquistão. O veículo utilizado no deslocamento dos agentes norte-americanos para chegar ao local em que o terrorista se escondia, um helicóptero com alta capacidade de infiltração, também chamou a atenção.
O governo dos Estados Unidos não divulgou oficialmente qual foi o modelo usado na operação, mas especula-se que seja uma versão melhorada (e até então mantida em sigilo) do H-60 Blackhawk, porém agora contando com aprimoramentos que causam a “invisibilidade”.
Foram incorporados acessórios e modificações que causam efeitos como a redução de barulhos no motor e a impossibilidade de detectá-lo através de sinais transmitidos aos radares.
O pedaço da cauda do veículo foi encontrada próximo ao esconderijo do terrorista. (Fonte da imagem: EPA)
O helicóptero passou despercebido pelo sistema antiaéreo paquistanês, mas sofreu uma queda durante a operação e foi abandonado no local, sem antes ter sido destruído pelas tropas norte-americanas. Um pedaço da cauda separou-se do veículo e permaneceu intacto, servindo de base para as especulações de especialistas. As peças mostravam hélices e estabilizadores especiais que não são utilizados em modelos convencionais.
Segundo o site Aviation Week, tecnologia similar foi usada no Boeing/Sikorsky RAH-66 Comanche, um protótipo cancelado em 2004, mas não era de conhecimento público que tais veículos continuavam sendo desenvolvidos atualmente.

Comente com seu facebook

Comentário

Veja também

Sinais do fim: Rússia exibe ao mundo o Satan 2, seu novo míssil termonuclear

No meio de toda a recente tensão entre Estados Unidos e Rússia – com o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *