Principal / AGENDA SATÂNICA DE HOLLYWOOD / Agenda Satânica de Hollywood: X-Men – Apocalipse e como eles reescrevem as profecia bíblicas

Agenda Satânica de Hollywood: X-Men – Apocalipse e como eles reescrevem as profecia bíblicas

O novo filme dos “X-Men: Apocalipse” usa a premissa do ” primeiro mutante ” como uma maneira de alterar a profecia bíblica e desenvolver um novo evangelho , enquanto ainda segue promovendo o conceito satânico que podemos ser deuses por uma mistura de mutações genéticas darwinianas .

 Escrito pelo apóstolo João , a fim de narrar os acontecimentos dos últimos tempos , o livro do Apocalipse contém muitas cenas e alegorias para explicar o juízo de Deus sobre a Terra. Neste livro o fim da maldade na terra é marcado por catástrofes e cataclismas que de acordo com o próprio Jesus , foram reveladas por Deus para não permanecermos ignorantes acerca dos eventos que estão por vir. Curiosamente, A palavra apocalipse, vem do  grego αποκάλυψις, apokálypsis, significa “revelação”. Devido a sua importância profética, o livro do Apocalipse tem a capacidade de expor o plano de Lúcifer, e no caminho, a agenda satânica terrena de seus seguidores. Como pode ser visto em vários artigos no apocalink, estamos a falar de sociedades secretas, escolas místicas, religiões gnósticas e toda organização oculta que exalta a figura deste anjo caído como sendo  seu Deus. Novamente, o filme de Bryan Singer usa o conceito de fim dos tempos novamente o significado esotérico no artigoAgenda Satânica de Hollywood: O significado esotérico de ”X-Men, Dias de um Futuro Esquecido” e a agenda homossexual”, descreveu como os mutantes inpulsinavam o movimento LGBT com uma mensagem claramente anticristã. Os elementos desta história também favorecem a agenda de experimentos genéticos e a redenção de seres demonizados, praticamente idealizados como heróis. Na sequência deste filme analizaremos como o enredo evolui neste jogo, caracterizando ao Deus cristão como um vilão e Satanás / Lucifer como o salvador da humanidade. 

O Culto ao Deus Egípcio

Em Sabah Nur, que significa “o primeiro(Deus na Bibli sagrada, no livro de Apocalipse, menciona “Eu sou o primeiro e o último“) é apresentado como um deus do antigo Egito. Ele é o primeiro mutante, exaltado por seus poderes sobre-humanos, incluindo a edificar construções com o poder da mente. Durante desenrolar do filme se vê como este “deus” constrói uma pirâmide, um símbolo que é replicado e usado hoje pelo maçons illuminati e está por trás da nota de um dólar.

Os símbolos e rituais do antigo Egito estão agora sendo reutilizado por sociedades secretas como uma fonte de conhecimento oculto. O fenomeno de ressurgimento do antigo Egito atingirá seu apogeu durante o tempo do fim, na grande tribulação. O Apocalipse será uma releitura da batalha de Moisés contra faraó(Hórus), só que em escala global.

 

Apocalipse em seu ritual de “rejuvenescimento”, uma mistura de magia negra e sacrifício humano.

Alusão ao olho de Hórus. Sempre tão presente nos filmes.

O olho de Horus (a.k.a. olho de Lúcifer ) aparece na introdução do filme, a frente de um grande “X”.

Na história,  En Sabah Nur (Apocalipse) é traído por um grupo separatista durante o ritual e é enterrado há dois mil anos na cidade do Egito. Em 1984, ele é libertado da prisão graças a uma sociedade secreta que encontra a sua localização e é “ressuscitado“. Percebam que e feito um paralelo com o início da segunda vinda de Cristo, que se tornará mais evidente com os acontecimentos que desencadeiam a seu despertar.

Deus como o Antagonista

A agente da CIA Moira MacTaggart, descobre os plano desta sociedade secreta que pretende trazer de volta a sua deidade. Em seu encontro com o Professor Xavier, ela explica a ➡ conotação religiosa deste mutante para os dias atuais. Em suas próprias palavras, ele é uma síntese do sistema religioso mundial.

Moira MacTaggart: ”Desde que o mundo descobriu sobre dos mutantes, surgiram sociedades secretas que os consideram como uma Segunda vinda ou sinal de Deus. Eles acreditam que há décadas nasceu um ser antigo, o primeiro mutante. Onde quer que ele fosse,  sempre teve quatro seguidores , discípulos que ele enchia de poder poder.”

Alex Summers: ”Como os quatro cavaleiros do Apocalipse. Ele tirou isso da Bíblia.
Moira MacTaggart:
”Ou a Bíblia tirou isso dele.”

Incorporando a Bíblia dentro da narrativa, o filme expõe a Deus como parte da “farsa” e do mesmo modo que nós sabemos que o mutante Apocalipse não é um deus, sugere-se que o Deus da Bíblia posse ser também apenas uma perspectiva distorcida de antigos cultos ou fanáticos religiosos. Algo que a nova era tem tentado promover nos últimos anos.

En Sabah Nur recruta o primeiro “cavaleiro”. Os triângulos da janela ocultam a mensagem esotérica do “tanto acima, como abaixo“.

O mutante Apocalipse, uma outra faceta do Cristo cinematográfico ou demiurgo gnóstico.

Uma vez que a figura messiânica se manifesta à humanidade, o conceito sobre Deus que o autor do filme que quer passar as massas ,torna-se mais evidente em termos de paralelos distorcidos da mensagem bíblica. Apocalipse é arrogante, maligno e nada compassivo. Esses adjetivos são atribuídos ao caráter de Deus, pois o mutante se proclama  como a divindade absoluta de todas as religiões. Há duas citações muito interessantes que o personagem menciona:

“Eu já fui chamado de maneiras diferentes durante as minhas muitas vidas, Ra, Krishna, Yhave

Incorporando os deuses do Egito, Da Índia e Do cristianismo, A mensagem ecumênica degrada a Bíblia e apresenta o que esta muito nos alerta para o fim dos tempos e acerca da unificação das religiões, possivelmente por algum tipo de “revelação” celestial. Assim apresenta a revelação ficitícia do primeiro mutante como um deus. Em uma segunda declaração que menciona:

-“Vocês todos são meus filhos, e estão perdidos porque seguem a líderes cegos.

Em II de Corintios 6:18

 18  “e lhes serei Pai, e vocês serão meus filhos e minhas filhas”, diz o Senhor todo-poderoso[15].
[15] 2 Sm 7.8,14

 

I João 3

 1  Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: sermos chamados filhos de Deus, o que de fato somos! Por isso o mundo não nos conhece, porque não o conheceu.

 

A repetição deste termo no filme é uma referência direta ao termo “filho de Deus”, muitas vezes usado por Jesus para se referir àqueles que acreditam na sua mensagem e aceitar Deus como Pai. O mutante Apocalipse é  integrado  ao Deus cristão e ao julgamento do fim dos tempos para nos mostrar uma imagem de um Deus cruel em busca do extermínio.

Uma imagem de Jesus é mostrado na introdução do título do filme. Emora esteja tentando representar os dois mil anos de história que se passaram, porém, os elementos têm um elevado simbolismo esotérico.

Em outra parte do filme ”En Sabah Nur” diz ao mundo:

“Não há mais falsos deuses“.

O livro de Levítico afirma:

 4  Não se voltem para os ídolos, nem façam para si deuses de metal. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês.

Levítico 19:4

É interessante como os filmes Luciferianos refletem a luta da dualidade (maçônica)desde sua perspectiva invertida. O mutante Arcanjo tem uma luta com Noturno, à primeira vista um se parece com um anjo e o outro como um demônio, mas através arquétipos, o filme expõe a figura angelical como o vilão e o diabo como alguém mais compassivo do que é obrigado a lutar. Cenas posteriores ambos acabam em lados diferentes e, claro, Arcanjo se torna um dos 4 cavaleiros do mutante Apocalipse.

A figura demoníaca de Noturno é outra maneira de simpatizar com imagens satânicas. Perceba a pirâmide de luz sobre ”satan”.

Noturno e filho de Azazel. Ao lado de Shemihazah, liderou um grupo de duzentos anjos que desceram à Terra, com o fito de viver entre os humanos. Conheceram as mulheres, e com elas tiveram filhos. Particularmente, Azazel teve filhos que pereceram no Dilúvio. Esses rebentos foram chamados de nefilim. “O Texto Massorético indica um nome próprio que, à parte dessa menção, é inteiramente desconhecido [nas Escrituras]: Azazel, que os rabinos da Idade Média explicavam ser designação de um demônio peludo do deserto.

A arte conceitual da imagem do filme, o Arcanjo, que é, obviamente, um dos anjos de Deus

 

Sabemos que o transfundo religioso do filme serve apenas para ser ridicularizado, e em vez disso está trata de impulsionar a propaganda darwiniana da evolução das espécies, contrariando a  criação bíblica e os ensinamentos de Jesus Cristo. Toda essa idéia da evolução humana ou “raça superior” é estrito do  Luciferianismo: a falsa idéia de que a humanidade é uma divindade no processo de ativação da seu “Cristo interior”, ou a consciencia de Cristo, a auto-salvação gnóstica, etcetera.

 

O juízo final do Demiurgo

Grande plano do  deus  Apocalipse é trazer o fim do mundo, e tal como sugerido pela agente da CIA, Moira MacTaggart, a Bíblia foi escrita por causa dele. Isso significa que ele está cumprindo a profecia bíblica do fim dos tempos, executada pelo primeiro mutante através de um plano maciço de eugenia, onde apenas os mais fortes (mutantes / seus filhos) vão viverão. Este quadro insere duas ideias principais:

1. O julgamento de Deus é injusto e deve parar.
2. Aqueles que acreditam em sua mensagem (os cristãos) são seres intolerantes e iludidos.

Jean Grey tem uma profecia em um sonho onde ela vê o fim do mundo. Em seu travesseiro há desenhos alegóricos,  são os quatro cavaleiros e o juizo final.

O sonho de Jean mostra imagens como um flash de catástrofes reais em todo o mundo. Instigar o medo e a morte é um elemento que muitos filmes utilizam para rejeitar as verdades proféticas da Bíblia. Milhões de pessoas estão condicionadas a temerem os acontecimentos do livro de Apocalipse, ninguém  é motivado para entender a mensagem da salvação dos mesmos.

Uma ilustração bíblica dos Quatro Cavaleiros é mostrada e como ela explica que o mutante Apocalipse trata de cumprir as profecias do livro sagrado.

Apocalipse não é somente um personagem messiânico  oculto, incluido na visão esotérica, ele atua como uma espécie de messias para mutantes.Fala como um líder religioso e quer criar um novo mundo na Terra. Para conseguir isso, porém, é preciso eliminar os “fracos”.

“Todos eles construíram será destruído. E das cinzas deste mundo construiremos um melhor!“.

Quando ele termina de recrutar seus quatro cavaleiros, Magneto, Arcanjo, Tempestade e Psylocke , Apocalipse usa o poder do Professor Xavier para controlar as mentes dos maiores governos do mundo e disparar todas as suas armas nucleares no espaço.  Charles Xavier é manipulado, é interessante notar que os seus olhos se tornam completamente negros, esta é uma verdadeira manifestação de casos de possessão demoníaca.

“Eles podem atirar suas flechas desde a torre de Babel, mas eles nunca pode atingir a Deus.”

En Sabah Nur desarma a toda la milicia mundial demostrando que Deus não pode ser vencido por simples humanos.
 
 

É curioso como se referem a Torre de Babel, uma história de Gênesis capítulo 9. A análise aprofundada, podemos entender que a Torre de Babel explica as tentativas vagas do homem tentando ser maior que Deus, construindo uma torre que possa atingir até o céu. No final da história, Deus destrói a torre e confundie as línguas dos seus habitantes para dispersá-los em todo o mundo. Em um sentido espiritual, este capítulo descobre as razões pelas quais Deus deve executar o julgamento final e evitar que o mal continue povoando a Terra. No filme, o mutante desempenha o papel de Deus em dizer que nunca poderão ferí-lo desde a Torre de Babel.

Depois de sequestrar Xavier, Apocalypse envia uma mensagem global em diferentes idiomas para absolutamente todos os habitantes da Terra. (? Projeto Bluebeam) Além de anunciar planos para extinção todos os não mutantes, ele menciona:

“Eles desviaram do caminho, mas eu estou de volta. O dia do juízo”

Em uma das passagens do Novo Testamento, Jesus diz:

 6  Jesus respondeu: – Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém pode chegar até o Pai a não ser por mim.

     – João 14

Quando isso ocorre, os X-Men decidem lutar. Eles são antagonistas o deus cruel(tipificado no filme como o Deus da Bília), são a única esperança para o ser humano comum e desarmado. Simbolicamente os X-Men representam a visão humanista luciferiana que combate o sistema religioso opressor (cristianismo). A habilidade manipulatória do filme leva os espectadores e fans envolvida a se identificarem com a mensagem da nova era e Lúcifer. Em um determinado momento  eles mencionam:

“Todos juntos, contra um deus.

“Dirás  a eles , que  eu,  En Sabah Nur, derramarei minha ira sobre eles.”

Como mencionamos em parágrafos anteriores, a ideia da origem dos poderes dos mutantes se originam da teoria da evolução darwiniana. Eles são a próxima etapa do evolucão. E  igualmente ao filme anterior dos X-Men, promove a idéia de heróis geneticamente modificados que podem nos defender das ameaças de mutantes  malignos. Quando os X-Men chegam para a batalha que eles são que o Apocalipse construiu um novo templo em forma de pirâmide.

Uma estátua gigante do mutante Apocalipse mostra-o sentado em um trono ao lado de uma outra estátua do Arcanjo. Esta composição mostra sutilmente o trono de Deus no céu, é uma referência as crenças cristãs.

O Livro de Apocalipse menciona:

 2  Num instante fui dominado pelo Espírito de Deus. E ali no céu estava um trono com alguém sentado nele.

– Apocalipse 4:2

 5  E aquele que está assentado no trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou: Escreve, porque estas palavras são fiéis e verdadeiras.

– Apocalipse 21:5

 

Os quatro cavaleiros começam a lutar contra os X-Men, em que é um sinal do cenário futuro apocalíptico, bom contra o mal, Deus versus homens. Enquanto isso Apocaipse tenta transferir sua mente e poderes para o corpo de Xavier, mas é resgatado por Noturno.

Apocalipse enfrenta os X-Men e os derrota. Enquanto estrangula a mutante/Reptiliana  Mistica eige que Carles renda-se. Nesta virada do filme é  introduzida a Phoenix, um alter ego de Jean Grey, ou o que poderia ser, o lado do possesso da mutante

O Phoenix, um dos símbolos mais antigos do mundo e que representa Satanás.

Ela confronta-o e acaba reduzindo a Apocalipse, todos, incluindo dois de seus próprios pilotos, eliminando no fim. Esta cena de traição nas mãos de Mageneto, é outro paralelo ao assunto Jesus – Judas.  Antes de morrer Apocalipse usa frase muito semelhante às palavras de Jesus na cruz:

                                                                  “Tudo o que foi revelado.

Em João 19:30 está escrito:

 30  Quando, pois, Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado! E, inclinando a cabeça, rendeu o espírito.

Conclusão

Como Zeitgeist, o Filme “X-Men: Apocalipse”  faz um grande esforço em modificar os Evangelhos. Na verdade, esta reescrevendo as profecias e anunciando Lúcifer como vencedor. O personagem Apocalipse se permite conjecturas religiosas na tela grande, porque é um antigo ser  com poderes divinos, fazendo om que o ataque sobre a veracidade da Bíblia cresça progressivamente ao longo do filme. A mensagem é: não há Deus, mas sim, o Deus que se desenvolve na terra. Embora essa idéia esteja preparando o mundo com este engano gnóstico, espero que não seja tarde demais para o entendimento humano.

 

 23  A soberba do homem o abaterá, mas o humilde de espírito obterá honra.

     – Provérbios 29:23

Comente com seu facebook

Comentário

Veja também

Agenda Satânica de Hollywood: “Magia é ciência”, como Hollywood prepara a nova doutrina Illuminati

Por Fernando Ramos Tendo a  ficção científica como meio e ferramenta, Hollywood conseguiu infiltrar doutrinas e modos de …

7 Comentários

  1. Eu gostaria de saber eu posso postar essas matérias no meu blog http://www.galeriadoconhecimento.blogspot.com.br sem sofrer nehuma ação judicial por isto?

  2. Eu assisti esse filme, pois sempre fui fã de animes e desenhos de super-heróis porém não vi você mencionar sobre aquele grupo de soldados infiltrados na guarda do En Sabah Nur que disseram a seguinte frase “Morte ao falso profeta.” e quase conseguiram matar En Sabah Nur se não fosse pela mutante que protege ele através de um escudo impenetrável… Pelo que vi aquele grupo de soldados representa a “Resistência Contra A Nova Ordem Mundial e Contra o AntiCristo! #SomosTodosContraNWO

  3. É a primeira vez que visito esse site, confesso que essa visão sobre filmes eu não tinha, mas faz todo sentido. Os meios de comunicação são um canal usados para influenciar as massas.

  4. ola amado gosto muito de ler suas postagem foi atraves do seu trabalho que crie o blog despertai.e comecei a prestar mais atençao em filmes e desenhos,ja que tenho uma menina pequena.
    tudo que vejo e uma realidade, a cada dia,em tudo devemos despertar e admiro o seu trabalho continue.sempre assim alertando. o senhor abençoe voçe sempre e siga em frente.visite meu blog sera uma honra velo por la.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *