Principal / Uncategorized / Site do IBGE é invadido por hackers

Site do IBGE é invadido por hackers

O site do IBGE foi invadido na madrugada desta sexta-feira e uma
mensagem foi postada no endereço virtual. A página apresenta o título
“IBGE Hackeado – Fail Shell” escrito no topo e uma foto de um olho
humano com a legenda “Ordem e Progresso” inserida sobre a pupila.

CLIQUE PARA AMPLIAR-BOTÃO DIREITO DO MOUSE-EXIBIR IMAGEM

Reprodução
O restante da mensagem diz “Este mês, o governo vivenciará o maior
número de ataques de natureza virtual na sua história feito pelo Fail
Shell. Entendam tais ataques como forma de protesto de um grupo
nacionalista que deseja fazer do Brasil um país melhor. Tenha orgulho de
ser brasileiro, ame o seu país, só assim poderemos crescer e evoluir!”
No pé da página do IBGE, ainda há outros dizeres como “Atacado por
FIREH4CK3R”, “Brasil, um país de todos!” e “Não há espaço para grupos
sem qualquer ideologia como LulzSec ou Anonymous no Brasil”. LulzSec e
Anonymous são os dois maiores grupos de hackers do mundo. Hackers são
pessoas que invadem computadores para protestar ou furtar informações.
O grupo que se apresenta como LulzSecBrazil atua como célula do LulzSec,
que na semana passada atacou o site da CIA, a agência de espionagem
americana. O LulzSecBrazil foi responsável por invadir a página do
Senado, da Presidência e do Ministério dos Esportes nesta quinta-feira
(24).
Os ativistas do LulzSecBrazil atuaram junto a um grupo chamado
AnonBrazil, associado ao Anonymous, a quem é atribuído um ataque que há
duas semanas derrubou o site do FMI (Fundo Monetário Internacional).
Eles lançaram nesta semana a Operação AntiSec, declarando agir ‘contra a
censura’ e com o objetivo de retaliar governos que tentam impor
controles à internet.
Editoria de Arte/Folhapress

Comente com seu facebook

Comentário

Veja também

Macron avisa que anunciará seu próprio plano de paz se Trump demorar

Emmanuel Macron e Donald Trump. (Foto: Getty Images) Se o presidente dos EUA, Donald Trump, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.