Principal / Uncategorized / O Plano Maçônico para a Destruição da Igreja

O Plano Maçônico para a Destruição da Igreja

Normas do grande Mestre da Maçonaria aos Bispos católicos maçons, efetivas  desde 1962.

(Posta em dia pelo Vaticano II).
Todos os confrades maçons terão que referir sobre os progressos destas
decisivas disposições. Reelaboradas em outubro de 1993 como plano
progressivo para o passo final. Todos os maçons ocupados na Igreja têm
que acolhê-la e realizá-las.

1Removam
de uma vez por todas a São Miguel, protetor da Igreja Católica, de
todas as orações ao interior e ao exterior da Santa Missa. Remover suas
estátuas, afirmando que elas apartam da Adoração de Cristo.

Removam os Exercícios Penitenciais da Quaresma como a abstinência de carne as sextas-feiras e também o jejum;impeçam
cada ato de abnegação. Em seu lugar devem ser favorecidos os atos de
alegria, de felicidade e de amor ao próximo. Digam: “Cristo já mereceu
por nós o Paraíso” e “cada esforço humano é inútil”. Digam a todos que
devem tomar em sério a preocupação por sua saúde. Estimulem o consumo de
carne, especialmente de porco.

Encarreguem
aos pastores protestantes de reexaminar a Santa Missa e de
desacralizá-la. Semeiem dúvidas sobre a Real Presença de Cristo na
Eucaristia e confirmem que a Eucaristia – com maior aproximação à fé dos
protestantes – é somente como pão e vinho e compreendida como um puro
símbolo. Disseminem protestantes nos Seminários e nas escolas. Falem de
ecumenismo como caminho para a unidade. Acusem a cada um que crê na
Presença Real de Jesus o Cristo na Eucaristia como subversivo e
desobediente para com a Igreja.

Proíbam
a Liturgia latina da Missa, Adoração e Cantos, uma vez que eles
comunicam um sentimento de mistério e de respeito. Apresentem-no como
feitiços de adivinhos. Os homens pararão de crer nos Sacerdotes como
homens de inteligência superior, de respeitar como portadores dos
Mistérios Divinos.

Dêem
coragem às mulheres a não cobrir-se a cabeça com o véu na igreja. O
cabelo é sexi. Pretendam às mulheres como leitoras e sacerdotisas.
Apresentem a coisa como se fosse uma idéia democrática. Fundem um
movimento de libertação da mulher. Quem entra na igreja tem que vestir
vestidos descuidados para sentir-se nela como em casa.
Isso debilitará a importância da Santa Missa.

Afastem
os fiéis de receber de joelhos a Comunhão. Digam às monjas que devem
impedir aos pequenos antes e depois da Comunhão de ter as mãos juntas.
Digam a eles que Deus os quer assim como são e deseja que se sintam
completamente cômodos. Eliminem na igreja de estar de joelhos e cada
genuflexão. Tirem os genuflexórios. Digam às pessoas que durante a Missa
devem certificar sua fé em posição erguida.

7Eliminem
a música sagrada do órgão. Introduzam guitarras, harpas judias,
tambores, ruídos e sagradas risadas nas igrejas. Isso afastará a gente
da oração pessoal e das conversações com Jesus. Impeçam a Jesus o tempo
de chamar crianças à vida religiosa. Introduzam ao redor do altar danças
litúrgicas com vestidos excitantes, teatros e concertos.

8Tirem
o caráter sagrado aos cantos da Mãe de Deus e de São José. Indiquem sua
veneração como idolatria. Convertam em ridículos os que persistem.
Introduzam cantos protestantes. Isso dará a impressão que a Igreja
Católica por fim admite que o Protestantismo é a verdadeira religião ou
ao menos que ele é igual a Igreja Católica.

9Eliminem
também todos os hinos a Jesus uma vez que eles fazem pensar à gente na
felicidade e serenidade que deriva da vida de mortificação e penitência
por Deus desde a infância. Introduzam cantos novos somente para
convencer a gente que os rituais anteriores de algum modo eram falsos.
Assegurem-se que em cada Missa ao menos um canto pelo qual Jesus não
seja mencionado e que em vez fale somente de amor para os homens. A
juventude será entusiasmada ao sentir falar de amor para o próximo.
Anunciem o amor, a tolerância e a unidade.
Não mencionem a Jesus, proíbam cada anúncio da Eucaristia.

10Removam
todas as relíquias dos Santos dos Altares e sucessivamente também os
Altares mesmos. Substituem com mesas pagãs privadas de Consagração que
possam ser usadas para oferecer sacrifícios humanos no curso das missas
satânicas. Eliminem a lei Eclesiástica que quer a celebração da Santa
Missa somente sobre Altares que contenham Relíquias.

11 Interrompam
a prática de celebrar a Santa Missa na presença do Santíssimo
Sacramento no Tabernáculo. Não admitam algum Tabernáculo sobre os
Altares que são usados para a celebração da Santa Missa. A mesa deve ter
o aspecto de uma mesa de cozinha. Deve ser transportável para expressar
que ela não é absolutamente sagrada porém tem que servir para um dobro
objetivo, por exemplo, de mesa para conferências ou para jogar   cartas.
Mais tarde coloquem ao menos uma cadeira a tal mesa. O Sacerdote tem
que sentar-se para indicar que depois da Comunhão ele descansa como
depois de uma comida. O Sacerdote não tem que estar nunca de joelhos
durante a Missa nem fazer genuflexões.
Nas comidas, de
fato, não se ajoelham nunca. A cadeira do Sacerdote tem que ser colocada
no lugar do Tabernáculo. Dêem coragem à gente a venerar e também a
adorar ao Sacerdote no lugar da Eucaristia, a obedecer-lhe no lugar da
Eucaristia. Digam à gente que o Sacerdote é Cristo, seu chefe. Coloquem o
Tabernáculo num local diferente, fora da vista.

12Façam
desaparecer os Santos do calendário Eclesiástico, sempre alguns em
tempos determinados. Proíbam aos Sacerdotes de falar dos Santos, exceto
aqueles  mencionados pelo Evangelho. Digam ao povo que eventuais
protestantes, talvez presentes na igreja, poderiam escandalizar-se
deles. Evitem tudo aquilo que molesta aos protestantes.

13 Na
leitura do Evangelho omitam a palavra “santo”, por exemplo, em lugar de
“Evangelho segundo São João”, digam simplesmente: “Evangelho de João”.
Isso fará pensar à gente de não ter o dever de venerá-los mais.
Escrevam
continuamente novas bíblias até que elas sejam idênticas àquelas dos
protestantes. Omitam o adjetivo “Santo” na expressão “Espírito Santo”.
Isso abrirá o caminho. Evidenciar a natureza feminina de Deus como a de
uma mãe cheia de ternura. Eliminem o emprego do termo “Pai.”

14 Façam
desaparecer todos os livros pessoais de piedade e destruam-no. Por
conseguinte desaparecerão também as Ladainhas do Sagrado Coração de
Jesus, da Mãe de Deus, de São José como a preparação à Santa Comunhão.
Supérfluo inclusive se tornará o agradecimento depois da Comunhão.

15 
Façam
também desaparecer todas as estátuas e as imágens dos Anjos. Por que
tem que estar entre nossos pés as estátuas de nossos inimigos?
Defínam-los mitos ou contos de boa noites. Não permitam o discurso sobre
os Anjos uma vez que chocaria a nossos amigos protestantes.

16 Revoguem
o exorcismo menor para expulsar aos demônios; empenhem-se nisto,
anunciem que os diabos não existem. Expliquem que é o método adotado
pela Bíblia para designar o mal e que sem um malvado não podem existir
histórias interessantes. Em conseqüência a gente não crerá na existência
do inferno nem temerá de poder-se cair nele. Repitam que o inferno não é
outra coisa que estar longe de Deus e que não é uma coisa terrível este
se trata no fundo da mesma vida como aqui na terra.

17 Ensinem
que Jesus era somente um homem que teve irmãos e irmãs e que odiou aos
que tinham o poder. Expliquem que ele amava a companhia das prostitutas,
especialmente de Maria a Magdalena; que não soube o que fazer com as
igrejas e sinagogas. Digam que aconselhou de não obedecer aos chefes do
Clero, digam que ele foi um grande mestre que se desviou do caminho
quando negou obediência aos chefes da igreja. Desacreditem o discurso
sobre a Cruz como uma vitória, ao contrário Apresentem-na como um
fracasso.

18 Lembrem-se
que podem induzir às monjas à traição de sua vocação si se dirigem a
sua vaidade, atrativo e beleza. Façam trocar o hábito Eclesiástico e
isso as levará naturalmente a jogar no lixo seus Rosários.
Revelem
ao mundo que tem dissensão em seus conventos. Isso dissecará suas
vocações. Digam-lhes que não serão aceitas se não renunciam ao hábito.
Também Favoreçam o descrédito do hábito Eclesiástico entre a gente.

19 Queimem todos os Catecismos. Digam aos
catequistas de ensinar a amar as criaturas de Deus em vez do mesmo Deus.
Amar abertamente é testemunho de maturidade. Façam que o termo “sexo”
se converte em palavra de uso cotidiano em suas classes de religião.
Façam do sexo uma nova religião. Introduzam imagens de sexo nas lições
religiosas para ensinar às crianças a realidade. Certifiquem-se que as
imagens sejam claras. Dêem coragem às escolas de tornarem-se pensadores
progressistas no campo da educação sexual. Introduzam assim a educação
sexual através da autoridade Episcopal, dessa maneira os padres não
terão a possibilidade de dizer nada em contrário.

20 Destruam
as escolas católicas, impedindo as vocações de monjas. Digam às monjas
que são trabalhadoras sociais com um salário e que a Igreja está a ponto
de eliminá-las. Insistam que o Professor leigo católico receba o
idêntico salário daquele das escolas governamentais. Empreguem
professores não católicos. Os Sacerdotes devem receber o idêntico
salário como os correspondentes empregados seculares. Todos os
Sacerdotes devem tirar assim sua Batina Clerical e suas Cruzes para
poder serem aceitos por todos. Ponham em ridículo àqueles que não se
conformam.

21 Destruam
ao Papa, destruindo suas Universidades. Tirem as Universidades ao Papa,
dizendo que em tal modo o governo poderia subsidiá-las. Substituam os
nomes dos Institutos Religiosos com nomes profanos, para favorecer o
ecumenismo. Por exemplo, em lugar de “Escola Imaculada Conceição” digam
“Escola Superior Nova”. Criem departamentos de ecumenismo em todas as
Dioceses e preocupem-se que seu controle seja de parte protestante.
Proíbam as Orações para o Papa e a Maria porque elas desanimam o
ecumenismo. Anunciem que os Bispos locais são as autoridades
competentes. Sustentem que o Papa é somente uma figura representativa.
Expliquem à gente que o ensino Papal serve somente à conversação, que
ela de outro modo não tem nenhuma importância.

22 Combatam
a autoridade Papal, colocando um limite de idade a seu exercício.
Reduzam-na pouco a pouco, expliquem que é para preservá-lo do excesso de
trabalho.

23 Sejam
audazes. Debilitem ao Papa introduzindo sínodos Episcopais. O Papa se
tornará então somente como uma figura de representação como na
Inglaterra onde a Câmara Alta e aquela Baixa reinam e deles a rainha
recebe as ordens. Sucessivamente debilitem a autoridade do Bispo, dando
vida a uma instituição concorrente a nível de Presbitérios. Digam que os
Sacerdotes recebem em tal modo a atenção que merecem. Ao final
debilitem a autoridade do Sacerdote com a constituição de grupos de
leigos que dominem aos Sacerdotes. Deste modo se originará um tal ódio
que abandonarão a Igreja e até os Cardeais e a Igreja será democrática… a
Igreja Nova…

24 Reduzam
as vocações ao Sacerdócio, fazendo perder aos leigos o temor
reverencial por eles. O escândalo público de um Sacerdote destruirá
milhares de vocações. Louvem aos  Sacerdotes que por amor de uma mulher
souberam deixar tudo, definem-no heróicos. Honrem aos Sacerdotes
reduzidos ao estado laical como autênticos mártires, oprimidos a tal
ponto de não poder suportar mais. Também condenem como um escândalo que
nossos confrades como maçons no Sacerdócio tenham que ser notados e seus
nomes publicados. Sejam tolerantes com a homossexualidade do Clero.
Digam à gente que os Curas padecem de solidão.

25 Comecem
a fechar as igrejas à causa da escassez de Clero. Definem como boa e
econômica tal prática. Expliquem que Deus escuta em todos os  lados as
orações. Neste caso as igrejas se convertem em extravagantes desperdício
de dinheiro. Fechem antes de tudo as igrejas em que se praticam piedade
tradicional.

26 Utilizem
comissões de leigos e Sacerdotes débeis na fé que condenem e assegurem
sem dificuldade cada aparição de Maria e cada aparente milagre,
especialmente do Arcanjo São Miguel. Assegurem-se que nada disto, de
nenhuma maneira receberá a aprovação segundo o Vaticano II. Denominem
desobediência respeito à autoridade se alguém obedece às Revelações ou
se alguém reflete sobre elas. Indiquem aos Vigentes como desobedientes
respeito à autoridade Eclesiástica. Façam cair seu bom nome em
desestima, então ninguém crerá nestas revelações.

27 Escolham
a um Ante Papa. Afirmem que ele reconduzirá aos protestantes na Igreja e
talvez até os Judeus. Um Ante Papa poderá ser eleito se fosse dado o
direito de voto aos Bispos. Então muitos Ante Papas serão eleitos assim
que será instalado um Ante Papa como compromisso. Afirmem que o
verdadeiro Papa è morto.

28 Tirem a Confissão antes da Santa Comunhão para os
alunos do segundo e terceiro ano para que a eles não importem nada dela
quando freqüentem quarto e quinto e depois as classes superiores. Então
A Confissão desaparecerá. Introzam, (em silêncio), a confissão
comunitária com a absolvição em grupo. Expliquem à gente que a coisa
sucede por causa da escassez de Clero.

29 Façam
distribuir a Comunhão por mulheres e leigos. Digam que este é o tempo
dos leigos. Comecem dar a Comunhão na mão como os protestantes, em vez
de dar na boca sobre a língua Expliquem que Cristo fez do mesmo modo.
Recolham algumas hóstias para “missas negras” em nossos templos. Depois
distribuam no lugar da Comunhão pessoal uma taça de hóstias não
consagradas que se podem levar consigo à casa. Expliquem que deste modo
se podem receber os dons divinos na vida de cada dia. Coloquem
distribuidores automáticos de hóstias para a comunhão e denominem-no
Tabernáculos. Digam à gente que se deve dar o sinal da paz. Dêem coragem
à gente a deslocar-se na igreja para interromper a devoção e a oração.
Não façam Sinais de Cruz; no seu lugar façam o sinal da paz. Expliquem
que também Cristo se deslocou para saudar aos Discípulos. Não permitam
alguma concentração em tais momentos. Os Sacerdotes devem dar as costas à
Eucaristia para honrar ao povo.

30Depois
que o ante papa for eleito, tirem os sínodos dos Bispos como as
associações dos Sacerdotes e os conselhos paroquiais. Proíbam a todos os
religiosos de pôr em discussão, sem licença, estas novas disposições.
Expliquem que Deus quer a humildade e odeia aos que aspiram a glória.
Acusem de desobediência respeito à autoridade Eclesiástica todos os que
põe interrogações. Desanimem a obediência a Deus. Digam à gente que tem
que obedecer a estes superiores Eclesiásticos.

31Concedam
ao Papa (=Ante Papa) o máximo poder de eleger aos mesmos sucessores.
Ameacem sob pena de excomunhão a todos os que amam a Deus de levar o
sinal da besta. Não o chamem porém “sinal da besta”. O Sinal da Cruz não
tem que ser feito nem usado sobre as pessoas ou através delas, (não se
deve benzer mais). Fazer o Sinal da Cruz será designado como idolatria e
desobediência.

32 Declarem
falsos os Dogmas anteriores, exceto aquele da infalibilidade
Pontifícia. Proclamem a Jesus o Cristo um revolucionário frustrado.
Anunciem que o verdadeiro Cristo presto virá. Somente o Ante Papa eleito
tem que ser obedecido. Digam às gentes que devem inclinar-se quando
seja pronunciado seu nome. 

33 Ordenem
a todos os seguidores do Papa de combater em santas cruzadas para
estender a única religião mundial. Satanás sabe onde se encontra todo o
oro perdido. Conquistem sem piedade o mundo!
Tudo isso levará à humanidade o quanto ela sempre desejou: “a época de oro da paz.”

Comente com seu facebook

Comentário

Veja também

Sinais do fim: Rússia exibe ao mundo o Satan 2, seu novo míssil termonuclear

No meio de toda a recente tensão entre Estados Unidos e Rússia – com o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *