Principal / ARTISTAS ILLUMINATI / VMA 2015: O Grande Show das Fantoches illuminati

VMA 2015: O Grande Show das Fantoches illuminati

O VMA 2015 foi uma típica cerimônia de premiação: Fantoches da indústria musical fazendo o que lhes é dito fazer pelos seus mestres. A apresentadora do show, Miley Cyrus, é o produto final da indústria: uma escrava kitten hipersexualizada com nenhum controle sobre seu comportamento, imagem ou pensamento.
Se você for um leitor regular deste site, você sabe que eu tenho escrito sobre cerimônias de premiação há anos. Eu sempre me sinto compelido a analisá-los, porque elas revelam abertamente os poderes que controlam a cultura popular e sua verdadeira intenção. O VMA 2009, seis anos atrás, foi uma das exposições mais flagrantes da elite oculta que eu já vi. Lembra de quem eram as estrelas do VMA 2009? Kanye West e Taylor Swift. Você sabe quem foram as estrelas do VMA 2015? Kanye West e Taylor Swift. Seis anos depois, o show das marionetes ainda usa os mesmos bonecos para nos “entreter”. O VMA não é de fato para um claustrofóbico. Ano após ano, o show reúne os mesmos rostos em um espaço fechado para atuar seja lá em qual ritual a elite quer que as massas testemunhem para aquele ano em particular. O VMA 2015 não foi diferente e, em alguns aspectos, levou as coisas para um nível ainda mais baixo e nojento.
O VMA 2015 foi sobre escravos de controle mental, alter-personas, hipersexualização, degradação, propaganda política estranha, e, mais importante, bundas falsas gigantescas. Trata-se de tudo o que a indústria se transformou: um grupo de pessoas degradadas sendo manipuladas para degradar as massas como um todo. A anfitriã dessa confusão toda é uma das figuras mais importantes da programação Beta kitten, Miley Cyrus, que, durante todo o show, teve como objetivo provar que ela é uma concha vazia, um alter-persona artificial que foi reduzido a falar apenas de sexo ou de drogas. E, quando ela não está falando, sua atitude é de degradação misturada com uma boa dose de simbolismo Illuminati.
A abertura
A abertura do VMA foi uma montagem animada quase psicodélica que exibiu claramente o que essas cerimônias são verdadeiramente: ​​Não, não é sobre a música. O VMA é sobre os rituais que são feitos para se testemunhar – todos pré-programados pelos “chefes” mais altos da indústria da música.
A abertura do VMA contou com alguns dos eventos simbólicos e ritualísticos que 
aconteceram ao longo dos anos, incluindo o beijo de iniciação entre a escrava da
 indústria Britney Spears e a grande sacerdotisa da indústria da música, Madonna. 
O movimento de “fluidos” de um crânio para outro apropriadamente retrata a
 transferência oculta de energia durante essa cerimônia.
Continuando a tradição Beta kitten, Miley Cyrus é vista literalmente montada 
num gatinho com um par de cerejas sobre sua cabeça. Para enfatizar sua 
condição de escrava MK dissociativa, sua cabeça se desprende e um monte
 de porcaria (que compõe seu alter persona) sai de seu corpo.
Essa abertura prepara o caminho para o que estava por vir: uma extravagância de um escravo Illuminati MK.
Miley Cyrus: Escrava Beta Kitten
Como dito acima, o VMA foi especialmente sobre Miley Cyrus e sua condição de escrava Beta kitten. É como se seus manipuladores quisessem mostrar ao mundo o nível baixo e degradante que eles podem forçá-la a ir.
No início do show, Miley disse o seguinte:
 
“Estou totalmente feliz em ter toda a minha família aqui esta noite.”
A câmera então foca em seu pai Billy Ray Cyrus, que tem de se sentar lá e 
assistir a sua filha fazer um monte de coisas bem degradantes. Seu irmão 
mais velho e sua irmã mais nova também estavam lá.
Há apenas alguns anos atrás, em 2011, Billy Ray estava falando contra os manipuladores de Miley e ainda acrescentou que sua família estava “sob o ataque de Satanás”. Billy Ray afirmou:
 
“Eu fiz algumas besteiras – eu faço besteiras. Todos nós fazemos. Mas é diferente quando você vê isso acontecendo com a sua filha”, explicou. “Eu sinto que eu tenho que tentar. É minha filha”.
 
“E,” Billy Ray acrescentou, “alguns desses manipuladores estão, talvez, mais interessados ​​em lidar com dinheiro de Miley do que com sua segurança e sua carreira”, algo que o deixa “assustado por ela.”
 
Billy Ray passou a discutir como a fama acabou interrompendo a vida de Jackson, Cobain e Anna-Nicole Smith, que o tornou ainda mais ansioso para ajudar sua filha a navegar pela vida sob os holofotes.
 
Quando ele olha para à rápida ascensão à fama de Miley através de “Hannah Montana”, na qual ambos estrelaram, ele disse que vê como “a indústria estava criando uma separação entre nós.”
 
“Isso destruiu a minha família. Eu vou te dizer agora – a indústria maldita destruiu a minha família”, Billy Ray declarou, antes de admitir que ele gostaria que eles nunca tivessem concordado em fazer o programa na Disney Channel.
 
“Eu ia trazer de volta em um segundo. Para a minha família estar aqui e todo mundo estar bem, são e salvo,  feliz e normal, teria sido fantástico. Sim,” disse ele. “Eu iria apagar tudo isso em um segundo se pudesse.”
 
E para aqueles que acreditam que a preocupação de Billy Ray é realmente sobre se sua filha vai continuar a ser uma fonte de dinheiro, ele se ofereceu a colocar tudo em panos limpos.
 
“Eu nunca fiz um centavo de Miley”, ele insistiu. “Você tem um monte de pessoas lucrando percentagens com ela. Tenho orgulho de dizer que até hoje eu nunca fiz um dólar, ou centavo, da minha filha.”
 
Billy Ray não coloca toda a culpa sobre aqueles atualmente na vida de Miley. Há também as forças do mal trabalhando, ele afirmou.
 
“Em algum lugar ao longo desta jornada, tanto minha e fé quanto a de Miley foi abalada”, disse ele. “Isso é o que me entristece mais.”
 
Sua família, Billy Ray argumentou, agora está sendo arruinado por Satanás.
 
“Sem dúvida”, ele insistiu. “Não há nenhuma dúvida sobre isso
Alguns anos mais tarde, Billy Ray passou de acusar as “forças do mal” da indústria de manipulação de Miley e até mesmo de temer que ela pudesse acabar como outros escravos da indústria (ou seja, Michael Jackson e Anna Nicole Smith) a se sentar no VMA e aplaudir sua filha escrava MK. Eu acho que ele foi subjugado.
Sabendo que toda a família de Miley estava na plateia, assistir ao VMA foi ainda mais difícil.
Pouco tempo depois de ver seu pai na plateia, Miley sai vestida assim. Qual pai não gostaria de ver isso.
Como tudo no VMA, esse cenário não foi aleatório. A indústria imoral e doentia estava abertamente mostrando o que ela está fazendo para a filha de Billy Ray e, em um nível mais amplo, para todos os filhos da nação. Ao colocar no palco Miley Cyrus, a menina saudável da Disney que cresceu diante dos nossos olhos, e transformá-la em uma escrava Beta, enquanto seu pai está ali assistindo, é como se a indústria estivesse nos dizendo: “Isso é o que estamos fazendo com a juventude, e não há nada que você possa fazer contra isso”.
Antes do VMA começar, Miley postou uma foto no Instagram 
sobre sua participação lá. Ela está totalmente nua e escondendo 
estrategicamente um olho. Uma ótima maneira de nos dizer que
 ela vai ser a escrava Beta kitten principal no VMA.
Falando de Instagram, uma cena humorística durante o VMA foi sobre dois homens de terno ditando a Miley o que ela deveria postar em sua conta no Instagram. Considerando o fato de que Miley continua postando imagens Illuminati de controle mental em sua conta (veja a minha série Imagens Simbólicas), eu não duvido de que há homens reais de ternos dizendo-lhe o que postar para seus milhões de seguidores.
Durante uma esquete, um dos homens mostra a Miley uma de suas
 selfies – ela tem um olho estrategicamente escondido. Sua persona
 é 100% sobre ser uma escrava da indústria.
Durante todo o show, Miley constantemente enfatizou o fato de que ela é completamente desinibida e que não há limite para o que ela possa fazer, que é a principal característica de um escravo Beta kitten. Por nenhuma razão particular, ela diz:
 
“Vocês me conhecem, eu farei qualquer coisa. Isso não se torna mais louco do que eu.”
 
Ao invés de realmente apresentar uma cerimônia de premiação, o VMA mais retratou o estado Beta kitten de Miley.
Em outra esquete, Miley se pergunta o que é a coisa mais desagradável que ela já fez.
Miley conta uma longa história que é quase toda censurada, onde ela 
parece estar descrevendo sexo perturbador com um monte de gente. 
No final, ela aparentemente acaba lambendo o chão. Em outras 
palavras: coisas de Beta kitten.
Mais tarde vemos Miley quase nua, enquanto usa óculos que nos lembra como 
os escravos MK são completamente cegos para o que está acontecendo com eles. 
Ela está segurando um bolo atado com drogas dada a ela por um cara. Em 
outras palavras, ela tem zero controle sobre sua mente, corpo e alma.
Mais tarde, durante o show, vemos Cyrus nua atrás de uma cortina. Ela
 é dada um microfone, porque ela precisa apresentar algo, A câmera corta 
se afasta porque seu seio está de fora. Nós, então, ouvimos Miley
 dizer “meu peito está de fora? Desculpa.”
Por que Miley estava nua nesse momento e tempo específico? Por que ela foi dada um microfone? Por que ela estava ainda sendo filmada? Por que ela não pode ter um pouco de dignidade por alguns minutos? Porque ela é a Beta kitten da noite.
A Briga com Nicki Minaj
Depois, é claro, houve uma briga estranha com Nicki Minaj que causou algumas discussões inúteis no dia seguinte. Primeiro, não quero chocar você, mas, sim, isso foi claramente ensaiado. Foi sobre uma Beta kitten (Nicki) ir contra outra (Miley). Vamos reviver esse grande momento na história americana.
Primeiro Nicki recebe um prêmio por seu vídeo “Anaconda”, que é 
basicamente uma música com o tema Beta kitten. Quando ela entra no 
palco, a tela atrás mostra Nicki montada num gatinho (kitten).
Se você ouvir novamente seu discurso, você vai notar algo estranho. Ela começa a falar com uma linguagem “estilo gueto”, dizendo coisas como:

“Onde minhas meninas estão recebendo dinheiro?”
Então, como se um botão fosse ligado, ela assume um sotaque “California Valley Girl” e diz com uma vozinha:

“Graças a vocês, isso é tãoooo épico. Isso pode soar tãoooo estranho, mas você sabe quem eu gostaria de agradecer? Meu pastoooor.”
Nicki, em seguida, muda de novo, tornando-se “estilo gueto” de novo e xinga Miley e assim por diante. Em suma, Nicki basicamente trocou personalidades como os escravos MK fazem. Esse é um grande show de controle mental Illuminati .
Quando, em seguida, vemos Miley olhar irritada sobre o que aconteceu.
 Os dois olhos sobre seus peitos confirmam que essa é uma armação MK.
Miley diz então que, mesmo que ela não tenha ganhado um prêmio no VMA, ela, no entanto, teve um impacto sobre o evento. Vemos, então, o momento auge de sua carreira aparecer atrás dela.
De acordo com Miley, o impacto que ela teve no VMA
 foi quando ela se tornou a sex kitten #1 da América.
A MTV está realmente tentando fazer este momento 
“icônico”. Vemo-lo aparecer em várias ocasiões durante o show.
O VMA terminou com uma performance horrível de Miley, que apresenta uma das piores músicas que eu já ouvi na minha vida.
Gênero Fluido
Ninguém pode negar que houve uma clara promoção nos meios de comunicação para tudo relacionado a transgênero este ano. A performance final de Miley Cyrus é mais uma prova disso.
A performance foi apresentada por pessoas desconhecidas que são 
aparentemente transexuais. Uma delas diz: “Fazemos isso por causa
 das mentes jovens impressionáveis ​​que absorvem tudo que estão
 nos assistindo agora”. Aham.
Miley então começa a se apresentar cercada de inúmeros
 “olhos-que-tudo-vê” Illuminati em torno dela.
Sua canção termina com ela dizendo:

Por que eles colocam o p**** na b*****? F*** se.
Miley, que é basicamente a única mulher no palco (embora ela afirme
 que é “gênero fluido”), “ejacula” sobre o público. É tudo uma questão de
 inversão de gêneros e suas funções naturais.
No final do show, vemos uma dura lembrança do status de Miley Cyrus como uma escrava MK.
Miley anuncia que seu novo álbum está disponível online. O nome 
do álbum? “Miley Cyrus e seus Animais de Estimação Mortos”.
É um nome bastante obscuro, especialmente considerando o fato de que Miley ficou muito perturbada quando seu cachorro morreu no ano passado. No controle mental, isso é uma técnica comum para causar trauma e dissociação de um escravo, dando-lhes um animal de estimação para cuidar e, em seguida, matá-lo.
Em suma, tudo na apresentação de Miley Cyrus do VMA foi sobre a promoção e exploração da persona Beta kitten que ela é forçada a encarnar.
Outras Marionetes
Acredite ou não, havia outras pessoas no VMA, e elas também trouxeram a sua quota de Agenda Illuminati.
Durante o pré-show, Amber Rose e seus amigos usavam roupas com alguns termos pejorativos sobre eles mesmos – aparentemente para “abrir os olhos”.
Isso é o tipo de coisa hipócrita e psicologicamente invertida que a elite gosta de fazer. Andar por aí com um rótulo em você não o reduz automaticamente a esse rótulo? De acordo com a sua roupa, Amber Rose tem um problema com a palavra vadia. Talvez ela deveria voltar a ler o título de seu próprio livro.
O livro deveria ser intitulado “Como ser uma hipócrita”.
Todos os apresentadores que entraram no palco tinha um olho gigantesco atrás
 deles, um lembrete claro que eles são todos de propriedade da indústria. Aqui, 
Britney Spears, uma Beta kitten veterana, fez uma aparição muito robótica.
Depois de sua performance, Justin Bieber 
foi visto chorando por alguns segundos.
Como afirmei no artigo sobre Bieber, ele é basicamente um escravo Beta masculino e toda a sua carreira é sobre humilhação e ser uma pessoa derrotada. Não tenho certeza se o seu choro foi encenado ou não, mas a câmera focou nele por alguns longos segundos ao invés de cortar e mostrar outra coisa, como faz normalmente. Enquanto Bieber estava chorando no palco, Miley tirou a jaqueta, balançou os quadris e disse-lhe:

“Ei Justin, me ligue quando você estiver legalizado”.
Em outras palavras, ela o tratou como se ele fosse um brinquedo sexual menor de idade… como seus manipuladores provavelmente fizeram. Outro momento embaraçoso envolvendo dois escravos da indústria.
Mas qual foi a cereja do bolo da MTV neste domingo? Kanye West começou falando muito lentamente, um longo discurso, que fazia nenhum sentido, para finalmente revelar que ele quer ser o presidente dos EUA.
A indústria quebrou Kanye. E desde que ele se tornou Sr. Kardashian, ele mal faz mais sentido.
Embora se possa perguntar por que ele não se limitou a agradecer as pessoas pelo seu prêmio ao invés de começar um discurso sem fim, ele disse uma frase que resume a razão por trás desses shows de premiação.

“Esta arena, que vai ser totalmente diferente amanhã. Este palco irá embora. Depois desta noite, o palco irá embora, mas o efeito que teve sobre as pessoas permanece.”
Conclusão
O VMA 2015 foi, mais uma vez, uma celebração de tudo que a “indústria” é. E a indústria não é sobre a música, criatividade ou arte. É sobre a indústria apresentando seu controle sobre os seus fantoches para o mundo. Mais importante ainda, é sobre saturar o público com comportamentos degradantes que ninguém realmente se preocupa, a fim de se certificar de que os verdadeiros artistas, revolucionários, com o potencial de mudar verdadeiramente o mundo, nunca poderão obter muito tempo na televisão.
Em suma, o VMA 2015, e a “música” que promove, é sobre a transferência da cultura triste, distorcida e tóxica da indústria do entretenimento diretamente para as mentes da juventude. Trata-se de fazer todo o possível para transformar os jovens para o monstro que é Miley Cyrus, enquanto seus pais assistem, impotentes, como Billy Ray na plateia do VMA. Embora Billy Ray aparentemente tenha perdido sua filha para seus manipuladores, nenhum de nós precisamos ver o mesmo destino acontecer a nós ou a nossos filhos. Na verdade, tudo pode terminar simplesmente pressionando um botão: TV Off.

Comente com seu facebook

Comentário

Veja também

Azealia Banks, cantora rapper americana, assume que sacrifica animais a satanás

A americana e cantora rapper Azealia Banks, 25 anos, começou o ano de 2017 com polêmica …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *