Principal / CÓDEX MÁGICA / Série Códex Mágica: “Silêncio escravos ou vamos cortar sua garganta!”– capítulo 14

Série Códex Mágica: “Silêncio escravos ou vamos cortar sua garganta!”– capítulo 14

Vinculando-me … sob pena de não menos do que ter minha garganta cortada transversalmente …
Juramento da Maçonaria, Introdução do Grau de Aprendiz (1 °)

”Mas, acima de todas as coisas, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela
terra , nem por qualquer outro juramento …”
– Tiago 5:12

Em todos os graus da Maçonaria ritual e em todas as mais importantes cerimônias rituais e iniciações de ordens de elite, o candidato é obrigado a fazer um juramento e é avisado da pena hedionda e grotesca que o espera se ele se atrever  a revelar qualquer dos trabalhos do grupo de segredos internos.

 Por exemplo, no primeiro juramento de grau da Maçonaria, o candidato declara:

Vinculando-me … sob pena de não menos do que ter minha garganta cortada transversalmente, minha língua arrancada pela raiz e meu corpo enterrado nas areias ásperas do mar, na maré baixa, onde a maré flui e reflui duas vezes em vinte e quatro horas, que devo lembrar sempre conscientemente se violar esta minha obrigação de  Aprendiz.

Maçons de segundo grau recitam o seguinte juramento hediondo:

Vinculando-me … sob pena de não menos do que isso de ter meu peito rasgado, meu coração arrancado e colocado no mais alto pináculo do templo para ser devorado pelos abutres do ar, que devo lembrar sempre que conscientemente violar a obrigação.

O terceiro juramento grau proclama:

Vinculando-me … sob pena de não menos do que isso de ter meu corpo cortado em dois, minhas entranhas tiradas dali e reduzida a cinzas, as cinzas espalhadas diante dos quatro ventos do céu, que não mais pode ser tido lembrança de tão vil e perverso miserável como eu seria, se eu, conscientemente, violar a obrigação deste meu Mestre Maçom.

Isso não é tudo.

 No 4 º grau, Marco Mestre do Rito de York, o candidato realiza um ritual que simboliza a ter o seu “ouvido perfurado” se ele revelar os segredos da ordem.

 E para o quinto grau, Mestre, o candidato infeliz concorda com o seguinte:

Vinculando-me … sob pena de não menos do que (para além de todos as minhas penalidades) para ter a minha língua dividida da ponta à raiz, para que eu possa depois ser incapaz de pronunciar a palavra.

O sexto grau (Excelente Mestre) do Rito de York continua com as penas horríveis:

Vinculando-me … sob pena de não menos do que ter meu peito rasgado e meu coração e entranhas tomadas a partir dali, e expostos a apodrecer no monturo.

O sinal do silêncio

Iluministas tem um sinal a ser utilizado para lembrar seus colegas quando é necessário se calar sobre um assunto. No início do rito de York para Grau de Mestre Real, este sinal, chamado de ”Due-guard “, é feito colocando o dedo indicador da mão direita sobre os lábios.”

 Monitor de  de Richardson da Maçonaria fala que este sinal “é uma advertência a um companheiro quando você desejar-lhe  que ele fique em silêncio.”  Na cerimônia do grau ritual de Mestre do Segredo, o candidato coloca dois dedos nos lábios e é informado de que a obrigação que ele está tomando “impõe o sigilo e de obedecer às ordens e decretos do Conselho de Príncipes de Jerusalém, sob penalidades de todos os antigos graus.”

Pelo quinto grau ,  o sinal penal  due guard  é a colocação do polegar na boca, indicando novamente o aviso de se manter em silêncio.

Monitor da Maçonaria, de Richardson (pp. 142-143), fornece essas lembranças sangrentas das penas horríveis que aguardam o Maçon ou outro elitista que divulgue os segredos da Ordem. ”Silêncio, Escravos” é, certamente, a palavra de ordem dada para os servos submissos do corpo de elite pelos líderes servos de Satanás.

A suavização de penalidades?

Maçonaria e muitas outras sociedades secretas têm sido sitiadas nos últimos anos, por exemplo por esta série do Codex Magica e uma série de outros homens corajosos têm corajosamente apresentado e expondo o assustador, frio e sangrentos juramentos tomados por milhões de maçons em todo o globo. Como conseqüência, como eu entendo, a liderança das Lojas e outros grupos começaram mais recentemente a “suavizar as bordas”, por assim dizer  para eliminar algumas das frases e palavras mais flagrantes e medonhas utilizadas nos rituais como afirmou Em junho de 2001, de acordo com o The Scottish Rite Journal , C. Fred Kleinknecht , Soberano Grande comendador.

 Kleinknecht explicou a seus tenentes que este novo guia apresenta “versões modificadas” do sétimo ao vinte e sete graus, que foram originalmente criados por Albert Pike, o mais reverenciado  ”Ilustre Grão-mestre Soberano” do século XIX.

Pode-se supor que para acalmar os críticos, mais edições ”atualizadas” do ritual serão versões amenizadas das penas mais graves. Outras maneiras, no entanto, sem dúvida, são encontradas para motivar os membros a manterem os segredos, incluindo o banimento de status de elite e, possivelmente, até mesmoo assassinato periódico dos discípulos que se desviam e que de forma imprudente ignoraram os ditames de se manter o sigilo. Ainda assim, é de nosso interesse que as elites maçônicas estejam envergonhadas por ter sido ”tiradas do armário” pela revelação de seus terríveis juramentos. Além do mais, nas Igrejas Mórmons (SUD), parte das penalização dos rituais maçônicos orientados e celebrados no Templo também foram recentemente um pouco ”aguados”.

Origens pagãs do sinal do silêncio

A prática maçônica de sinais de alerta de sanções assustadoras para manter o silêncio, definitivamente é de origem pagã. Na Grécia, Roma, Babilônia e Egito, aqueles que tinham língua solta, muitas vezes pagaram com suas vidas e fortunas, de tão sagradas e guardadas que eram os segredos das religiões de mistério. Os egípcios e os romanos ainda adoravam um deus do silêncio, Harpócrates , uma forma da divindade solar. Harpócrates foi frequentemente retratado sentado no colo da mãe, mamando em seu peito. Mais tarde, a Igreja Católica adotou imagens semelhantes na veneração de Maria com a criança. Às vezes Harpócrates foi fotografado nu ou com chifres na cabeça, símbolos de poder. Muitas vezes ele estava sentado em uma flor de Lótus. A Lotus é um símbolo sexual da vagina da fêmea.

Nos dias ativos de Benjamin Franklin e dos fundadores dos E.U.A., os seus homólogos de sociedades secretas na Grã-Bretanha fizeram uso do Deus Harpócrates. Sir Francis Dashwood , instrumento na operação britânica dos Illuminati,  recrutado  da nobreza para seu Clube do Inferno, m grupo secreto baseado em magia, satanismo e sexo.

Virgens, também inúmeras prostitutas e, por vezes, mulheres recém-defloradas foram usadas por Dashwood e seus ocultistas. Nas instalações do clube, os membros ergueram uma estátua de Harpócrates , retratando-o solenemente segurando um dedo à boca para lembrar os membros  do Clube do Inferno que, “O que acontece no Clube, fica no Clube”.

Roma também teve o Mistério da Deusa Angerona . Sua estátua mostrava Angerona como uma bela mulher segurando um dedo em sua boca “, o emblema de segredo e mistério.”

Angerona vigiava a promiscuidade sexual  em várias orgias relacionados com as festas dos solstícios e as mudanças das estações do ano. As religiões de mistério dos romanos e outros povos especialmente achavam necessário o máximo sigilo porque, durante as iniciações maiores, os nomes não ditos do oculto ou deus desconhecido muitas vezes foi revelado. Como o Cristãos ganharam em número e influência, eles começaram a compreender corretamente que esses nomes eram realmente sinônimos de Satanás, Lúcifer, o Diabo.  Grande esforço foi, portanto, levado por pagãos para obscurecer ou impedir o desmascaramento dessa conexões satânicas.  Um pormenor interessante: um dos programas mais populares era o do Groucho Marx(1950) . Groucho tinha um irmão, Harpo Marx, que também era um comediante e atuou em vários programas de TV e em filmes. Harpo sempre interpretou o personagem angelical de um menino mudo, com cabelos loiros cacheados. Em outras palavras, Harpo foi escalado para a imagem de Harpócrates , deus do silêncio e segredo , também conhecido como Hórus, o filho .

Lawrence Summers, Presidenta da Harvard University e o secretário do tesouro no governo do ex -Presidente Bill Clinton. (Foto: Time magazine, May 24, 1999)

 

Harpo Marx dá o sinal de silêncio, o dedo nos lábios. Um dos três irmãos Marx ,  Groucho e Chico receberam o nome de irmãos Harpo ao nascer eram  Adolph, que mais tarde mudou legalmente para Arthur. Mas em sua carreira no entretenimento, ele desempenhou um pantonimista mudo e não disse uma palavra. Seu nome artístico, “Harpo”, era, obviamente, um derivado do nome de Harpócrates, o antigo Deus grego do silêncio. ”Silence”, uma pintura de Odilon Redon (1911), é um retrato de Harpócrates, o Deus místico do silêncio .

kesha

 

MICHAEL JACKSON

OUTROS ARTISTAS ILLUMINATI USAM O SINAL DE HARPÓCRATES=HÓRUS

Brian Harold May

ImageShack, compartilhar fotos, imagens, Hospedagem grátis para imagem, livre de hospedagem de vídeo, imagem hosting, hospedagem de vídeo, foto, site de hospedagem de imagem, vídeo site de hospedagem

 

Scooby Doo 2

clique para aumentar
 
 

Virgin Atlantic -Anúncio de 2010

ImageShack, compartilhar fotos, imagens, Hospedagem grátis para imagem, livre de hospedagem de vídeo, imagem hosting, hospedagem de vídeo, foto, site de hospedagem de imagem, vídeo site de hospedagem

 ImageShack, compartilhar fotos, imagens, Hospedagem grátis para imagem, livre de hospedagem de vídeo, imagem hosting, hospedagem de vídeo, foto, site de hospedagem de imagem, vídeo site de hospedagem

 

Comente com seu facebook

Comentário

Veja também

CODEX MÁGICA:“Cada homem e mulher é uma estrela” – capítulo 26

 26  Sim, levastes Sicute, vosso rei, Quium, vossa imagem, e o vosso deus-estrela, que fizestes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *