Principal / ARTISTAS ILLUMINATI / Allie X “Catch” – Uma Música Macabra Sobre Controle Mental Monarca

Allie X “Catch” – Uma Música Macabra Sobre Controle Mental Monarca

Allie X é uma cantora e compositora canadense, não conhecida mundialmente, mas que já teve bastantes participações no cenário musical canadense desde 2006. Já em 2013, ela conseguiu um contrato para começar a trabalhar com grandes produtores, como Cirkut (que produziu sete músicas para o álbum “Prism” de Katy Perry e também já trabalhou ao lado de Dr. Luke), e se mudou para Los Angeles para essa nova fase de sua carreira. Allie X, no entanto, é bastante misteriosa: a cantora não revela muita informação sobre seu passado, sua idade e nem como conseguiu seu contrato “do nada”. Em entrevista à Billboard, vemos que ela aparentemente não almeja se transformar em uma “Katy Perry” ou “Taylor Swift” da indústria da música, apenas uma produtora desconhecida que trabalha nos bastidores fazendo música ao lado de grandes produtores. Existe muito pouca informação de como ela conseguiu chegar ali, no entanto.

No começo deste ano, Allie X lançou a música “Catch”, que rapidamente chamou a atenção das rádios canadenses, e parte de seu sucesso foi atribuído ao fato de Katy Perry ter postado em seu Twitter que estava obcecada por essa música.
“Obcecada no momento com está música “Catch” de Allie X…”
 
Porém, quando analisamos a letra e o vídeo dessa canção, percebemos que a chegada de Allie X na indústria da música não foi nenhum pouco acidental ou aleatória. O vídeo é uma das mais explícitas referências ao controle mental monarca já analisadas neste site, ou seja, os diretores por trás do vídeo sabiam muito bem o que estavam fazendo. Daí entendemos por que Katy Perry ficou “obcecada” com a música (pode ter sido também apenas uma estratégia para se chamar atenção para a nova artista). 
A partir de então, as coisas começaram a mudar para Allie X: gravadoras gigantes começaram a sondá-la com propostas de contrato. É impressionante como promover os símbolos da elite é um fator quase que obrigatório para certos artistas conseguirem ganhar prestígio e respeito na indústria da música. Talvez, eles pretendem “deixá-la na geladeira” por um tempo e somente lançá-la na grande mídia daqui a alguns anos. Talvez.

Vamos analisar o vídeo e a letra da música “Catch” de Allie X.
Letra da Música

A música “Catch” tem sido descrita como um relacionamento macabro entre um médico e uma paciente. No entanto, os simbolismos do vídeo e a letra sombria corroboram a ideia de que este não é um simples médico, mas um manipulador de controle mental. Qual outro tipo de médico precisa atar as mãos do paciente e o torturar enquanto ele implora por alguém, a não ser em um manicômio? Sim, instituições de saúde mental já foram usadas pela CIA para esses fins, onde vítimas eram levadas à força e torturadas por métodos horríveis, sendo violentamente abusadas e traumatizadas por manipuladores sádicos até que completamente dissociassem da realidade, mas essa música não parece ser sobre estar necessariamente em um hospício. É simplesmente sobre um manipulador MK doentio torturando sua vítima.

É incrível como a letra da música detalha o horror que a vítima monarca está sendo submetida.


Tudo que eu precisava era de remédio 
E você veio batendo na porta como um médico
Me deu a pílula para tirar o veneno
Apague a escrita na parede
Você enfiou uma agulha direto na veia
Me deixou lidar com isso como um soldado
E por um tempo eu pensei que poderia ignorar a dor
Minhas mãos estão atadas atrás das costas
Estou paralisada, meus ataques cardíacos
Me pareceu que você era único
Acontece que você me atirou por diversão
Você pensa que escapou de assassinato
Me deixou sem palavras
Espere só até eu recuperar meu fôlego
Sim, mas você pensa que escapou de um assassinato
Me deixou sem palavras
Espere só até eu recuperar meu fôlego
Fiquei arrasada pela dor
Mas agora não poderia ligar para o médico
Tenho que parar as forças em meu cérebro
Tenho que ler a escrita na parede
Não é fácil chegar na veia
Quando você faz isso sozinho
Ninguém para apertar o torniquete 
Minhas mãos estão atadas atrás das costas 
Estou paralisada, meus ataques cardíacos 
Estou gritando, implorando por alguém 

Esse não é, portanto, um simples relacionamento entre um médico e seu paciente, mas entre uma escrava MK e seu manipulador, e ela não está nem um pouco contente com essa situação e parece prometer uma reação. O vídeo deixa o sentido da música mais nítido – não há dúvidas de que fala sobre o controle mental monarca.

“Catch”

“Catch” é mais um desses vídeos de música que não têm um enredo muito rico, é apenas um amontoado de imagens perturbadoras, mostrando a artista em poses diversas, colocadas juntas e aparentemente sem sentido. No entanto, para aqueles que conhecem os simbolismos ocultam que imperam na indústria da música, o vídeo tem de fato uma história subjacente – a história de sua iniciação e dos processos programação monarca e de como ela conseguiu chegar onde chegou, pois é assim que as coisas funcionam por lá.

O vídeo “Catch” mostra imagens movendo-se como se fossem aqueles GIFs animados que vemos por aí, por isso é muito chato de assisti-lo, mas me pareceu que esse tipo de imagem tem sido uma marca de seu trabalho até agora. O vídeo mostra vários momentos, começando com Allie X vista de pé sobre uma plataforma com um piano girando, de óculos com flores rosas no lugar das lentes.

 
 

Embora esta seja a primeira cena, ela representa o fim do processo pelo qual ela percorreu. Allie X está na frente de um piano, ou seja, ela conseguiu tornar-se a compositora que tanto quis, mas suas pernas estão presas, ela não tem liberdade para fazer o que quer. Sua roupa é preta, isto é, ela já foi iniciada e o fogo ao lado deve star simbolizando sua iniciação. Os óculos de flores representam a sua cegueira e o seu controle – ela não pode fazer ou enxergar nada se não for por meio da ótica da Elite.

Ela parece realmente cega quando tenta enxergar sem eles. É melhor você colocá-los logo, Allie!

Na cena seguinte vemos Allie X em um sofá, espelhando-se em frente de seu outro ego, com um globo ocular dentro da boca, representando o onipresente Olho que Tudo Vê, o simbolismo favorito da Elite oculta que encontramos na cultura pop.

Acho que não existe maneira mais nojenta de dizer que ela está totalmente controlada pela Elite Illuminati. Perceba olho de hórus em sua boca

Em seguida vemos várias imagens perturbadoras: manequins desmembrados, figuras encapuzadas, espelhos estilhaçados e muitas borboletas monarcas, ou seja, o cenário perfeito para um vídeo sobre controle mental.

Em uma sala repleta de espelhos, vemos Allie X como uma figura encapuzada em cima de uma cadeira, enquanto magicamente amplia uma pirâmide negra na frente de sua cabeça. Sua imagem nua com o rosto coberto no espelho representa o fato de ela ter se despido de si mesma para “se vestir” com o ocultismo. Para se iniciar, ela precisa se despir do “lado bom” e abraçar o “lado negro”

Allie despida numa pilha de corpos sem rosto como se fossem manequins sem vida. Manequim é um outro símbolo associado ao controle mental e representa seus alter-personas e estão sem rostos porque ainda não foram programados, ou seja, ainda são um “quadro branco” que será mais tarde “pintado” pelo seu manipulador. É assim que escravos MK são sempre representados: sem alma, sem vida…

Uma mensagem aparece para ela: “Metade do caminho, vamos então continuar”, ou seja, aguenta firme, o processo de controle mental ainda não acabou.

Aqui ela se posiciona na frente de um espelho estilhaçado no chão, representando a fragmentação de sua mente em várias personalidades, um símbolo quase que onipresente em vídeos de controle mental. Seu torso foi removido e substituído por um círculo vazio com um X no meio. Allie X está sendo esvaziada da sua persona original.

Esta cena mostra com a parte de cima do torso e metade do rosto aberto como em uma necropsia. Uma outra referência ao sinal do “um olho”. Seus órgãos são de plástico, mostrando como os escravos MK são impotentes e sem vida.

Depois, ela aparece com um capuz pontudo branco cobrindo todo o rosto, que lembra bastante os seguidores da organização racista Ku Klux Klux. No então, Allie não está matando nenhum negro, ela está apenas estrangulando seu pescoço para provocar a morte de seu “lado bom”, do seu “lado puro e inocente”, representado aqui pela cor branca.

Ela começa a expelir uma substância branca, ou seja, seu “lado bom” está sendo vomitado para dar lugar ao seu “lado negro”, como em todo processo de iniciação e controle mental.

 Aqui vemos Allie X levitando sobre uma piscina vazia, representando sua dissociação e sendo torturada com agulhas enormes atravessando seu corpo. Não deve existir maneira mais sádica de simbolizar a tortura dos escravos MK.

No fundo da piscina, vemos partes do corpo desmembrado parecendo um manequim sem vida, representando novamente impotência a fragmentação dos escravos MK.

 Uma figura com um manto vermelho e com um espelho fragmentado no rosto é visto espiando lá fora. Vermelho, a cor do sacrifício e da iniciação e o espelho no seu rosto mostrando que sua mente foi dividida.

O vídeo termina com chave de ouro.

Vemos uma borboleta monarca nascendo dentro de sua boca. Parabéns,  processo de controle mental finalmente acabou e não poderia ter acabado de uma forma mais evidente.

Conclusão

O vídeo de Allie X “Catch” é mais um vídeo com simbolismo de controle mental explícito e descreve o processo por trás de seu controle mental baseado no trauma. O vídeo mostra várias cenas que aparentemente não seguem uma narrativa linear, mas quando o analisamos com calma, percebemos que conta a mesma história: o lado bom versus o lado mal, a fragmentação da psique para a criação de alter-personas, traumatização, tortura etc. Embora ninguém mais apareça no vídeo, a letra da música conta a história de um relacionamento de um escravo e de um manipulador MK e essa história é reforçada pelo fato de o vídeo conter fortes símbolos do nojento processo de controle mental.
Embora a artista canadense Allie X ainda não tenha ganhado notoriedade, ela já está sendo direcionada pelos mesmos que cuidam dos trabalhos de Katy Perry e outros, então isso explica o uso de simbolismo oculto no vídeo. Ela diz que não quer ser uma grande estrela, mas qualquer artista que se submete a eles sempre terá pouco controle sobre sua carreira, e me parece que eles sabem muito bem o que estão fazendo com ela.  Seu nome real é Alexandra Ashley Hughes, portanto a letra X em seu nome artístico (Allie X) pode se referir ao símbolo oculto do X. O X tem vários significados ocultos e também tem significado na Maçonaria, bem como nos mistérios antigos. Allie talvez não queira se tornar uma super pop star, mas seja lá qual for seu objetivo, ela já teve que se submeter muito bem aos “chefes” da indústria da música ocultista.
Fonte:
http://danizudo.blogspot.com.br

Comente com seu facebook

Comentário

Veja também

Ataque Terrorista em Manchester: Comovendo os Jovens a aderir à Agenda da Elite Oculta

No dia 22 de maio de 2017, um atentado suicida ocorreu no Reino Unido, logo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *