Principal / RUMORES DE GUERRAS / Terceira Guerra Mundial está prestes a eclodir, afirma governo do Irã

Terceira Guerra Mundial está prestes a eclodir, afirma governo do Irã

Terceira Guerra Mundial está prestes a eclodir, afirma governo do Irã

Dois meses atrás, quando o megainvestidor Geroge Sorosfalou sobre a possibilidade de uma terceira guerra mundial, muita gente acreditou que era uma figura de retórica.

Porém, o atual chefe do Conselho de Discernimento do Interesse do Estado, aiatolá Akbar Hashemi Rafsanjani advertiu nesta quarta (6) sobre o iminente início de uma terceira guerra mundial.

Para ele, o motivo será o aumento do terrorismo. O líder iraniano responsabilizou os EUA e a OTAN por incentivar este tipo de violência no Oriente Médio e no Norte da África.

“A ameaça da eclosão da Terceira Guerra Mundial por causa de terroristas é grave”, advertiu Rafsanjani, que foi presidente do Irã entre 1989 e 1997, durante uma reunião realizada com o Ministro das Relações Exteriores da Itália, Paolo Gentiloni, informa o site Russia Today.

Rafsanjani apontou que os responsáveis por isso são os Estados Unidos. “Os EUA e a OTAN invadiram o Afeganistão para erradicar o terrorismo e o tráfico de drogas, mas nós vimos que o terrorismo expandiu sob a forma do Estado islâmico, Boko Haram e a Frente Al-Nusra em partes remotas do mundo, bem como pela al Qaeda e os talibãs no Paquistão e no Afeganistão”.

Além disso, o ex-presidente iraniano pediu aos países ocidentais para parar de apoiar o terrorismo e tomar, em vez disso, medidas para combatê-lo. Convenientemente, o aiatolá esqueceu de mencionar que Moscou e Teerã assinaram um contrato de cerca de US$ 800 milhões para o fornecimento de 40 sistemas S-300. O equipamento será entregue agora, juntamente com outros armamentos, uma das primeiras grandes compras que o Irã fez após os fins das sanções econômicas e de ter assinado seu acordo nuclear.

O mesmo Irã que no Ocidente anuncia que luta pela paz no Oriente Médio e o fim “da guerra e o derramamento de sangue de pessoas inocentes”, trava contra a Arábia Saudita uma guerra civil no Iêmen, numa situação muito parecida com a Síria.

Embora pouco divulgado no Brasil, tem recebido cobertura do site Russia Today, pois o governo russo apoia os iranianos que estão por trás do movimento golpista dos houthis, um grupo islâmico xiita. O presidente iemenita, Abed Rabbo Mansour Hadi, fugiu do Iêmen e pediu exílio na Arábia Saudita.

Do outro lado, estão soldados de uma coalizão, que conta com a presença de Emirados Árabes, Catar, Bahrein e Egito. Esses, por sua vez, são apoiados pelos Estados Unidos.

Curiosamente, Rússia e Irã também estão do mesmo lado quando se trata de atacar Israel. Enquanto Moscou apoia o Hamas, Teerã continua financiando o Hezbolah.

Comente com seu facebook

Comentário

Um comentários

  1. Åhh så mycket fint du fann hos din vännina!!!!Och så mycket fint du hittat till din nätbutik!Underbart!ha en fin dagKramar Kathrine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *