Principal / AGENDA SATÂNICA DE HOLLYWOOD / Agenda Satânica de Hollywood: Nas profundezas do Krypton, a interpretação messiânica de “Man Of Steel”

Agenda Satânica de Hollywood: Nas profundezas do Krypton, a interpretação messiânica de “Man Of Steel”

O mais recente filme de Zack Snider Man of Steel  tem tudo que você possa imaginar em termos de efeitos especiais e cenas de ação impressionantes. Esta é também a narrativa mais simbólica e ambígua de um Cristo extraterrestre em seu próprio Getsêmani espacial, para muitos, uma alternativa filosófica sobre se “estamos sós” no universo.

É caso da história de Kal’el  ter seu simbolismo arrancado das páginas do Novo Testamento? São poucas pessoas atenciosas  reflexivas  que encontraram esse tipo de ligação. A maioria delas mostram seu ceticismo e atribuem esses recursos a coincidências e truques simples do escritor. Ironicamente, esses links messiânicos foram sendo incrementados no filme sci-fi e saíram da clandestinidade  só para encontrar um público relutante, sonolento e mal informado sobre a realidade espiritual desse filme. E para aqueles que ainda têm dúvidas sobre a relação entre o Jesus Cristo kryptoniano e anexamos as palavras do diretor Zack Snyder sobre a figura de Cristo Superman:


“A relação entre Jesus Cristo e Superman não foi inventada por nós. Existe desde a criação do personagem. Mas é uma dessas coisas que desapareceram nas últimas décadas… eu achei que deveríamos voltar a falar dessa mitologia e da importância desse personagem e sua relevância para o momento”, explica Snyder. “A mitologia da história estabelece um paralelo interessante com a história de Cristo, dando uma camada de interesse extra ao filme. Filosofia, religião, respeito aos quadrinhos, tudo isso nos interessou”.

– Zack Snyder

 Fonte: http://omelete.uol.com.br (O Homem de Aço | Novo filme de Superman resgata paralelos com Jesus Cristo)

Tomando as referências do mesmo diretor, pode ser atribuída uma “possível” semelhança com o Cristo da Bíblia, isto é explícito desde o início e não é muito difícil se dar conta disto , como iremos ver mais tarde. Por outro lado, tampouco se expõe a um Jesus literal em todos os detalhes, sem uma semelhança suficiente para continuar sendo um personagem de ficção o uma alegoria. Isto é muito importante já que define se falamos de uma vinculação direta ou de alguem que pretende ser Cristo. Mas como a Bíblia define alguém que toma o lugar de Cristo diante de milhões de espectadores inocentes? A resposta certamente o colocará em apuros, isso me motiva a esclarecer acerca deste doutrinamento e espero poder usar o “Man of Steel” para o mesmo propósito evangelístico. Este artigo irá explorar o fundo esotérico do filme e responder à questão de saber seu significado obscuro: se este filme é mesmo sobre um Cristo messiânico ou o sobre o  Anticristo.

Nascimento do Salvador 

O filme começa com o nascimento de Kal’el no planeta Krypton. Estes primeiros caracteres são referentes a uma raça de aliens condenados a iminente destruição de seu planeta, forçando os pais do futuro Superman (Lara Lor-Van e Jor-El)  a enviarem seu filho para outro planeta “similar” a Krypton .

A primeira coisa que devemos levar em conta é a natureza dos anjos. Embora sejam descritos como semelhantes aos seres humanos, a partir de um determinadas caractrísticas são tidos como seres superiores, de origem fora deste mundo, mas diretamente envolvidos nos assuntos mundanos. Segundo a tradição judaica, todos os anjos revelam sua origem divina com o nome de Deus. Desta forma, todas as listas em textos bíblicos anjos têm nomes que terminam com a sílaba “El”, que em hebraico antigo significa Deus (embora possa ser traduzido como universo, uma vez que ambos os conceitos eram sinônimos). Portanto, há anjos, como Raphael, Remiel, Michael, Raziel, Gabriel, Miguel … e, claro, Lúcifer, o anjo caído que se rebelou.

O futuro Cristo messiânico nasce.

Anteriormente, Jor ’ el  comete o tolo erro de expor ao conselho de usar a energia do núcleo de Krypton para sobreviver, por isso que seu planeta está sendo destruído. Ele admoesta garantindo que deveria “ver as estrelas” e encontrar outros planetas para garantir a sua sobrevivência. Isso pode soar estranho para os nossos tempos, expõe uma maneira filosófica e muito anti-bíblica. Esta futura “evacuação” do planeta também é vista em filmes como “Oblivion” e “Depois da Terra”, todas as histórias e tem contextos gnóstico muito persuasivos. No meio deste apocalipse kryptoniano, General Zod é revelado e tenta dominar o planeta e suas famílias, assim Jor ‘ rouba o códex [um crânio com a informação genética (?)] e funde-o com o corpo de seu filho recém-nascido Kal’el. Em seguida, ele explica que em Krypton, os nascimentos são regularizados e pré-programados para diversos fins (inseminação artificial). O que torna Kal’el um espécime com o “livre arbítrio” e diferente dos outros. Este é lançado em uma nave espacial com o codex em seu DNA em direção à Terra e, mais tarde, seu pai morreu nas mãos do General Zod.

 

“Eu vi Satanás cair do céu como um relâmpago.” Lucas 10:18

Existem muitas origens espirituais nessas cenas, começando com o fato de que Kal’el cai do céu uma simbologia bíblica para se referir a Lúcifer, que foi atirado para a terra como um relâmpago. Também podemos recordar o fato de que sua mãe diz que ele será um “marginalizado” na Terra, enquanto o pai responde: “Não, ele vai ser um deus para eles.” Extraterrestres? Melhoramento genético? Ou como nos dias de Noé, em que os guardiões alteraram geneticamente a humanidade, dando origem aos gigantes bíblicos, filhos de anjos caídos com mulheres humanas … Mesmo como ele ainda era um bebê, há várias referências para explicar as razões para o seu papel simbólico no filme, não é só o “Cristo” da nova era viajando em uma nave alienígena, mas que a divindade é removida e trocada com  ciência (Daniel 12:04).

Clark Kent 

O filme faz um salto de vários anos e mostra um Clark Kent adulto, trabalhando como pescador e com seus poderes sob o anonimato(Jesus andou com pescadores lembram?). Psicologicamente, somos apresentados a um Kal’el como um jovem/adulto passando por mudanças e tendo um conflito interno sobre a sua identidade. Essa identidade se desenvolverá como o futuro messias, o Salvador que não é desta terra, mas vai sacrificar-se por ela.

Como um pescador crucificado?

Na verdade, existem poucas referências a Jesus no trabalho de Fisher, em Mateus 8:23-37, ele está em um barco através do mar indo para a terra dos gadarenos, os doze discípulos que o acompanhavam notam  uma forte tempestade contra eles. Jesus, que estava dormindo no momento, foi acordado pelos gritos dos doze pedindo  para salvá-los da tempestade. No filme, Clark é alertado sobre um grupo de trabalhadores estão presos em um incêndio, o futuro Superman aparece para salvar a situação e começar a manifestar o seu  propósito  na Terra. Poderia esta ser uma referência bíblica? … Se assim for, o detalhe a barba não é casual.

Kal’el uma “providência divina” resgata um ônibus cheio de crianças em idade escolar.

Um dos recursos da narrativa são os flashbacks repentinos de Clark Kent tem em sua infância no Kansas. De muitas maneiras, mostra o jovem Clark e sua nobreza e sacrifício sobre-humano. Algo evidente quando vemos cenas que repetem o bullying na escola, ele com seus superpoderes estranhamente decidiu não reagir devido ao “sábios” conselhos de seu pai. O jovem Clark deve manter seus poderes em segredo, apesar de custar uma humilhação constante. O que transmiti este problema social,  comparando sua história nos quadrinhos, é o fato de que o mundo ainda não está pronto para conhecer a verdadeira natureza do Kal’el e a sua super força, nem sua visão laser são motivos de preocupação para seu pai. A principal razão para esse dilema é que os pressupostos existenciais terráqueos, ou rebanho desnorteado, não estão dispostos a aceitarem a existência de vida “alien”Então, o que parece ser uma mensagem de altruísmo e tolerância, na verdade esconde uma razão espiritual relacionada a agenda alienígena ou condicionamento para aceitação de uma futura invasão alien(Anjos caídos ou o retorno dos Nephilins). Aqui estão algumas citações de Jonathan Kent para seu filho:

“Quando o mundo descobrir o que você pode fazer, vai mudar”, “As crenças e as noções do que significa ser humano vão mudar”, “As pessoas temem o que eles não entendem”, “Você é a resposta se estamos sozinhos no universo “

No mesmo contexto, uma mãe perturbada de um companheiro resgatado diz a Jhonatan Kent sobre os incríveis poderes de Clark:

“É um ato de Deus Jhonatan, este era providência(Divina providencia)”

Enquanto que para aqueles que não conhecem a “verdade”, é uma referência divina ou celestial, aqueles com o “conhecimento” foram capazes de aceitar a existência de origem extraterrestre como a verdadeira religião. Ironicamente para o jovem Clark as coisas entre ele e Deus não estão indo muito bem. Ele menciona a sentir-se diferente:

“Deus fez isso comigo?”

Em outras flashbacks do pai de Clark está prestes a ser arrastado e morto por um tornado. Quando se tenta resgatar o mesmo Jhonatan o impede, para deixá-lo entender que você deve se sacrificar  caso queira manter seu segredo kryptoniano.

“Oh, não, meu pai está prestes a morrer e eu não posso resgatar porque os seres humanos não aceitam os extraterrestres …”

Na verdade existe em Hollywood outras intenções além de seu  desejo de fazer filmes de entretenimento. Uma das mais importantes é a manipulação sugestiva de crenças religiosas e espirituais, e por mais que alguns possam não gostar, a Bíblia não está errada quando diz que “o mundo inteiro jaz no Maligno” (1 João 5:19) . Esta guerra psicológica tem sido uma estratégia popular muito utilizada por Satanás, introduzindo a  apostasia  na igreja através de “entretenimento saudável em 3D.” Mas  o que exatamente é “guerra psicológica”? Guerra Psicológica é definida pelo Departamento de Defesa dos EUA como:

“O uso planejado da propaganda e outras ações psicológicas com o objetivo principal de influenciar as opiniões, emoções, atitudes e comportamentos … de grupos de uma forma que contribua para os objetivos ….” ”Várias técnicas são usadas, por qualquer conjunto de grupos e tem como objetivo influenciar o sistema de valores da audiência, suas crenças, emoções, motivações, raciocínio ou comportamento.”

Em 1928, Edward Bernays viu o potencial imenso de filmes para padronizarem o pensamento:

 

“O cinema americano é a maior transportador inconsciente de propaganda no mundo de hoje. Este é um grande distribuidor de idéias e opiniões. O filme pode padronizar as idéias e os hábitos de uma nação. Porque as imagens são feitas para atender às demandas do mercado, que refletem, enfatizam e até exageram  e ampliam as tendências populares , ao invés de estimular novas idéias e opiniões. O filme utiliza apenas de idéias e fatos que estão em voga. Conforme o jornal procura dar notícia, visa proporcionar entretenimento “.

– Edward Bernays, Propaganda

O maior perigo e até mesmo alguns cristãos sabem, é que a aceitação da vida extraterrestre é um dos princípios básicos para aceitar a vindoura religião mundial do Anticristo, portanto, inevitável movimento de um pensamento “cristão bíblico”  a um com menos fé e mais ciência. Aquele que diz: “Eu acredito em extraterrestres e que isso não prejudica minha crença em Cristo.” Esta forma de pensamento é banida das escrituras e abre portas a outras falsas doutrinas como a  nova era e ciência cristã.

Tal ceticismo enraizado no filme também se reflete quando Louis Lane, tentar publicar um artigo sobre o seu contato com Kal’el. O diretor de “Daily Planet” diz-lhe quão ridículo seria a publicar uma nota sobre “alienígenas e naves espaciais.” Perfil mais adequado para milhares de céticos e “religiosos”incrédulos. Coincidentemente o jornal se chama “Planet”. Lois Lane termina mostrando seu artigo a um estranho blogueirode pouca reputação estranho reputação, retratando mais uma vez varias teorias extraterrestres que circulam na Internet, através de versões “não oficiais” é impossível saber quem é o personagem e Kal’el e sua verdadeira origem terrestre. Cenas mais tarde, o adulto Kent consegue encontrar umA velhA navE enterradA na Antártida, nestA nave de Krypton habita o “espírito de inteligência artificial” de seu pai biológico Jar’el e toda a história de sua verdadeira origem e as razões pelas quais ele foi enviado para a Terra. Clark aceita sua natureza alienígena e coloca o traje do Superman, um alter ego criado por seu pai   Jar’el  e que mais cedo ou mais tarde, o tornará um deus na Terra.

Em Krypitoniano o  S significa SALVDOR?

O logotipo Superman teve poucas mudanças desde a sua primeira versão publicada em 1938. Na versão de Zack Snider, mostra um pentágono com um sinuoso “S” estilizado no centro. Para um kryptoniano este símbolo significa “esperança” e com a exposição mídiatica  do herói foi batizado na Terra como Superman.apocalink1

 

 

A forma de uma pirâmide ou triângulo inversos

 

Longe dessa interpretação “esperançosa”, no ocultismo é mais sombrio, com muitas referências à magia e, especialmente, para ao pentagrama, um símbolo que representa o homem ancestral como o seu próprio deus. Outra mensagem oculta é o fato de que ele contém o esboço de uma serpente, uma referência ambígua ao caráter de Satanás, o dragão, a antiga serpente. A grande revelação do caráter antagônico de Clark Kent faz uma aparição aos olhos do mundo. General Zod assume o controle de canais de televisão de todo o mundo e envia uma mensagem que começa com a frase “Você não está sozinho”.

Toda a humanidade é alertada sobre a alegada ameaça alienígena em oito idiomas diferentes. Isso mexe com a população e muito mais para o exército americano.

Zod desce do céu com sua nave kryptoniana neste momento vemos a estereotipada gravação desfocada de um OVNI no céu, em seguida, para deixar clara a sua origem, a humanidade é informa que um dos seus cidadãos têm vivido entre nós, e agora quer de volta, caso contrário, o planeta vai ter que pagar as conseqüências, é uma estratégia psicológica trabalhada para estabelecer e promover a nova era “era de Aquarius”, tese (ameaça alienígena) + Sintese (herói alienígena) = Sintesis (aceitação de deuses estranhos). Algo muito semelhante ao que fez o governo de George W. Bush durante o ataque às torres gêmeas para executar a guerra contra o “terrorismo”. Milhares de norte-americanos cederam suas liberdades diante de uma ameaça terrorista, da mesma forma, a população mundial deve ceder suas crenças religiosas diante de uma iminente ameaça alienígena.  Quando a mensagem termina, Lois Lane está presa pelo FBI que quer saber se ela conhece Kal’el . Esta série de eventos leva a algumas cenas mais simbólicas do filme. Clark pede conselhos de um pastor em uma igreja cristã.

O filme culmina mensagem messiânica quando colocado Kal’el junto com uma imagem de Jesus Cristo ao fundo….SUBLIMINAR AO EXTREMO.

O “homem de Deus”, diz a Clark que ele deve confiar no instinto (?) E dar um salto de “fé” para confiar na humanidade. Então, sob o ensinamento  do filme, já não se toma o conselho de Deus ou o que ele diz a sua palavra, mas devemos confiar no instinto (o meu eu interior) e não é mais a humanidade que deve ter fé no Salvador, mas é o suposto salvador que deve ter fé na humanidade. Tomando seu conselho, Kal’el se entrega as forças militares e pede para ser contactado com Lois Lane.

Lois Lane: “Por que você se rendeu ante  Zod?

Clark Kent: “Eu não me rendo a Zod, me rendo ante a humanidade”

 

O Exército dos EUA está preocupado com um ser de outro planeta que  não podem controlar com armas.Neste momento Kent responde que já tem 33 anos na terra, e que eles não devem se preocupar com isso. Muito deliberadamente, isso corresponde à idade de Jesus Cristo no momento de seu sacrifício, uma vez que na linguagem simbólica do filme, a entrega  de Clark perante Zod é a mesma de Cristo na cruz do Calvário. Ambas se entregaram por conta própria, e ambos carregam a salvação de todo o planeta.

Capitão Zod, o demiurgo eugenista.

Outro personagem comparável ao contexto bíblico é do Capitão Zod, que é uma imagem gnóstica e distorcida do Deus da Bíblia. Enquanto Superman é o anticristo (que toma o lugar de Cristo), seu rival é o que no gnosticismo é chamado de  Demiurgo , o Deus opressor, sectário, egoísta e assassino. Este personagem também é retratado como o Deus dos judeus ou do Antigo Testamento, o Deus dos Cristãos. Portanto, o que vemos o filme Meen of Steel  investindo mais uma vez na inversão da história do bem pelo mal, o Satanás por Deus, Cristo do anticristo, etc.

Morte e  Ressurreição 

Torna-se óbvio que não pode haver nenhum papel messiânico sem ressurreição, apenas que em linguagem da nova era o termo exato seria um renascimento esotérico, longe do que realizou Jesus Cristo depois da sua morte. Em Homem de Aço que é retratado durante seu primeiro encontro com Zod. Kal’el cai inconsciente para a atmosfera estranha de Krypton (gerado pela nave de Zod) e é levado para o “céu”, uma projeção na mente do mesmo Clark. Muitos filmes gnósticos projetam uM espaço dimensional donde chegam os cristos cinemáticos antes de ressuscitarem.  No caso de Harry Potter, ele morre e é levado para uma estação de trem chamada de King Cross (Cruz do rei), que tem um encontro com Dumbledore.  en la película Transformers, o joven Samuel Witwicky morre por alguns instantes e e levado a este plano para conversar com os ancestrais da familia Prime.  Znyder No filme, este plano dimensional está em sua antiga casa no Kansas e tem uma conversa com Zod, o arquétipo de “Deus demiurgo.

No sonho, o capitão de Krypton expõe plano de despovoamento global.

Clark conseguiu “ressuscitar” graças a Lois Lane, que mudou a atmosfera da nave, este escapa da nave de Zod (o céu) e regressa a Terra. O esotérico renascimento ocorreu.

Kal’el desce à Terra como o Cristo Cósmico. À sua direita, o sol brilha imponente, um antigo símbolo do paganismo.

Um futuro líder carismático

Superman, une forças com os militares dos EUA e se preparam para impedir a invasão da Terra por Zod. Dois artefatos alienígenas gigantescos foram atados ao eixo ao planeta para mudar a atmosfera e se adequar a de krypton, a criação de um novo planeta mataria  automaticamente  a todos os seres humanos.  Tais cenas são facilmente entendidas quando comparado com as profecias bíblicas sobre o fim dos tempos. A Bíblia diz em  Apocalipse 21:1-4 que Deus vai fazer “um novo céu e uma nova terra” depois de jogar a antiga serpente e seus seguidores dentro do lago de fogo. No filme, o alienígena com a cobra no peito é obviamente uma alegoria da antiga serpente (o Anticristo), e, aparentemente, leva um exército inteiro contra os planos de Deus. (Apocalipse 16:14). Em um contexto invertido, estas cenas são uma propaganda contra os eventos do fim dos tempos e reescrevem uma versão onde Satanás e seus seguidores são vitoriosos. Isso é chamado de programação preditiva e chega a ser muito confusa se você não conhece a verdadeira mensagem das profecias de Daniel e Apocalipse.

O cinematográfica Cristo liderando os exércitos contra Deus.

CONCLUINDO

Depois de analisar o filme e seu contexto espiritual, podemos concluir que a mensagem messiânica não é exatamente um segredo bem guardado. Ao contrário de outros filmes gnósticos, Man of Steel, se diferencia de outras películas gnósticas, é Man of Steel foi coberto por toda mídia que não hesitou em tocar no tema Crístico, revelando superficialmente a a similaridade simbólica do super herói com Jesus cristo. A conclusão final, obviamente, não define se Kal’el  esconde um Cristo em si, ou se está trabalhando para preparar o caminho para um futuro anticristo. Para o mundo, o “Man of Steel” é apenas um bom filme com acenos cristãos que diverte e faz mais aceitável a luta do bem contra o mal. Muito pelo contrário a isto, a Bíblia menciona em Mateus 24:

”Então se alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo ali! não acrediteis;
porque se hão de levantar falsos cristos e falsos profetas, e mostrarão tais sinais e milagres que, se fora possível, enganariam até os escolhidos.”
Mateus 24:23-24

Enquanto Clark Kent é apenas um personagem fictício, ele sem dúvida reúne as características de um falso Cristo, que vem com vários sinais e maravilhas. Mas, a que se deve a necessidade de se criar, consciente ou inconscientemente estes inúmeros personagens messiânicos? Alem se condicionar as mentes incautas e cumprir as profecias, a complexa verdade é que o mundo não acha muito atraente, um Jesus que nasceu, e falou sobre o arrependimento e morreu crucificado. O mundo prefere um spandex extraterrestre, que alem de voar, tem super força e nunca morre. Se há algo que  a história tem mostrado, é que não há um coração mais seduzido pela idolatria do que o dos  seres humanos, o que que cria uma enorme demanda por falsos messias, fato que foi, é , e será sempre explorado por Satanás e sua religião pagã (super-heróis, deuses gregos, extraterrestres). O “Homem de Aço” não é apenas um personagem anti-cristão, em seu traje bicolor e escudo alquimista capta a essência da usurpação e do engano, o que nos faz lembrar as palavras de Jesus e torná-las em nossas próprias :

”Eu vim em nome de meu Pai, e não me recebeis; se outro vier em seu próprio nome, recebê-lo-eis.”
João 5:43

Comente com seu facebook

Comentário

Veja também

Agenda Satânica de Hollywood: Filme “Demônio de Neon” revela a Face Verdadeira da Elite Oculta

“Demônio de Neon”  é um filme sobre a indústria da moda e sua obsessão com …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *