Principal / Uncategorized / Como nos dias de Noé, o retorno dos Nefilins: A ascensão do Cristo transgênico -parte 7

Como nos dias de Noé, o retorno dos Nefilins: A ascensão do Cristo transgênico -parte 7


Como são  preocupantes os pensamentos relativos aos assuntos tratados no capítulo anterior(Parte 6), que podem ser apenas a ponta do iceberg destas malevolências interpessoais dos híbridos humanos-animais , mas isto  seria rapidamente ofuscado por um ataque feito por um grupo extremista a nível mundial . A possibilidade de surgimento de grupos  “terroristas transhumanistas” em futuro concebível  é real o suficiente para que uma Instituição  para Assuntos Externos, uma comissão presidida pelo democrata  Califórniano  Brad Sherman, mais conhecido por sua perícia em propagação de armas nucleares e o terrorismo, esteja  com uma  uma série de planos governamentais  juntamente com  grupos de reflexões que atualmente  estudam as implicações das modificações genéticas humanas e das transformações tecnológicas relacionadas com o terrorismo do futuro. O  Colunista Mark Stencel participou das audiências da comissão  recentemente,   e escreveu em seu artigo , no dia 15 de março de 2009, Futurismo: Genes Sem Fronteiras, que a conferência “soou mais como um tema  Hollywoodiano,  como  um thriller de ficção científica do que uma discussão sóbria da realidade científica … com o tema do potencial da biotecnologia para a criação de supersoldados , superinteligência e superanimais [que poderiam se tornar] agentes de força letal sem precedentes”. 

George Annas, Lori Andrews, e Rosario Isasi foram ainda mais apocalípticos em seus artigos no American Journal of Law and Medicine  , ”Proteção ao ser humano em vias de extinção”: Rumo a um tratado internacional que proíbe a clonagem e Alterações Inevitáveis, quando escreveu:

A nova espécie, ou os ” pós-humanos “, provavelmente irão ver o velhos e ‘normais’ seres humanos como inferiores,selvagens, e aptos para a escravidão ou para o abate. Os normais, por outro lado, poderão ver os pós-humanos como uma ameaça e  eles poderão se envolver em um ataque preventivo por matar os pós-humanos antes que eles próprios sejam mortos ou escravizados por eles. Afinal, é esse potencial previsível para o genocídio e que para os que produzem espécies geneticamente alteradas, com  experiências potenciais em armas de destruição em massa, e farão  do engenheiro irresponsável,  um potencial  bioterrorista genético  “. 

Observações como as de Anás, Andrews, e Isasi nos levam a  afirmar que será  assim que os servos do Anticristo agirão,  com brutalidade ,sem compaixão e  tal maneira , visando  destruir todos os que se recusam a receber a Marca da Besta.

Para não serem enganados   por cientistas  desonestos ou mesmo bio-terroristas, a DARPA e outras agências do exército dos EUA tem se inspirado em filmes como o  Senhor  dos Anéis, e em cenas que lembram Saruman e seu assistente de criações monstruosas, Uruk- Hai , para fazer a guerras  sem fim, impiedosos, gastando bilhões de dólares dos impostos americanos que fluíram para o sonho do ”super-soldado” Frankenstein do Pentágono  e para programa do ” esforço de guerra americano” . Planejam  “injetar em jovens, homens e mulheres, hormônios, conexões neurológicas e genéticas; implantação de microchips e eletrôdos em seus corpos para controlar os seus órgãos internos e as funções cerebrais, e aplicar-lhes drogas que amorteçam algumas das suas tendências humanas normais: a necessidade de sono, o medo da morte, [e] a relutância em matar seres humanos “, mas como Chris Floyd  em um artigo para a CounterPunch,  a um tempo atrás escreveu,” algumas das pesquisas em andamento envolvem realmente alterar o código genético de soldados, modificando partes do seu DNA para moldar um novo tipo de espécime humana, que funcione como uma máquina, matando incansavelmente por dias e noites a fio …. mutações [que] irão “revolucionar a ordem contemporânea das batalhas” e garantir o domínio operacional em toda a gama de empregos potenciais militares dos EUA.