Principal / Uncategorized / Ator denuncia a miséria da pedofilia em Hollywood

Ator denuncia a miséria da pedofilia em Hollywood

COREY FELDMAN, QUE FOI UM SUPERASTRO NA INFÂNCIA, FALA DA FORÇA DA PEDOFILIA EM HOLLYWOOD

Um homem que na infância foi um famoso ator descreveu a pedofilia generalizada como um segredo grande e de longa data em Hollywood, onde ele disse que magnatas mais velhos de Hollywood cercavam as crianças atores “como abutres”.

Corey Feldman afirma que Hollywood está cheia de pedofilia

“Posso lhes dizer que o problema número um de Hollywood era, é e sempre será a pedofilia”, o ator Corey Feldman disse para o programa “Nightline” da ABC News em 10 de agosto. Feldman, que começou sua carreira de televisão com a idade de três anos, e é conhecido por seus papéis em filmes como Gremlins e Tartarugas Ninjas, disse que a “cama de lançamento” — um termo que descreve negociar sexo por papéis em filmes — se aplicava até mesmo às estrelas mais jovens de Hollywood.

“Nem sempre é feito do mesmo jeito, mas tudo é feito fora da atenção de todos”, disse Feldman. “É o grande segredo”. Feldman, que diz que foi um das muitas vítimas de abuso sexual de Hollywood, descreveu como aos poucos veio a ter noção da realidade da cultura de Hollywood. “Eu era cercado por eles quando eu tinha 14 anos de idade. Cercado. Literalmente. Mas eu não sabia o que era aquilo”, disse ele. “Só mais tarde, quando alcancei suficiente maturidade, compreendi o que eles eram e o que queriam, e qual era a natureza deles… Oh, meu Deus! Eles estavam em todas as partes, como abutres”.
“Havia um círculo de homens mais velhos que ficava ao redor desse grupo de crianças”, continuou ele, “e eles tinham seu próprio poder ou conexões de grande poder na indústria do entretenimento”. A afirmação de que uma cultura de segredos protege a pedofilia de grande escala na sede mundial do entretenimento foi republicada num número pequeno de publicações de fofoca online, e alcançou aCNN, Huffington Post e MSNBC apenas por meio de seus respectivos blogs de entretenimento: uma evidente escassez de cobertura que foi questionada por Bill Donohu, diretor da Liga Católica.
“Os mesmos principais meios de comunicação que perdem o folego quando falam de um padre acusado de ‘passar dos limites’, como dar um beijo na cabeça de uma menina, parecem aceitar com serenidade os recentes comentários de Corey Feldman sobre o predomínio da pedofilia em Hollywood”, Donohue disse para LifeSiteNews.com.
De acordo com um relatório feito pela Faculdade John Jay de Justiça Criminal e comissionado pelos bispos dos EUA, quatro por cento de todos os padres católicos entre 1950 e 2010 foram acusados de abuso sexual, dos quais três por cento foram condenados. “Os católicos, em particular, adorariam saber o motivo por que a mídia está reagindo de modo indiferente às confissões de Feldman: Será que é por que os jornalistas há muito tempo sabem dos generalizados abusos sexuais em Hollywood e têm uma norma não escrita de que não se deve fazer pressão na questão? Se a resposta for positiva, a reação aos padres canalhas parece forçada”.

Fonte: Julio Severo

NOTA: Com certeza isso aí não é um “luxo” exclusivo de Hollywood…

Comente com seu facebook

Comentário

Veja também

Sinais do fim: Rússia exibe ao mundo o Satan 2, seu novo míssil termonuclear

No meio de toda a recente tensão entre Estados Unidos e Rússia – com o …

Um comentários

  1. Isso explica a razão da grande maioria dos atores mirins do passado sofrerem com o abuso de drogas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *